A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019

30/04/2019 17:24

Governo quer finalizar em maio pendências em concurso para professor

SAD finaliza análise de documentos dos cotistas antes de proceder homologação do resultado

Humberto Marques
SAD espera concluir análises em maio para dar andamento ao concurso para professor; 73 foram aprovados. (Foto: Arquivo)SAD espera concluir análises em maio para dar andamento ao concurso para professor; 73 foram aprovados. (Foto: Arquivo)

A SAD (Secretaria de Estado de Administração de Mato Grosso do Sul) espera concluir em maio todas as atividades que antecedem a homologação do resultado do concurso para o cargo de professor da educação básica. A informação partiu da assessoria da pasta, que espera finalizar no próximo mês “todas as providências administrativas pertinentes”.

Realizado no fim de 2018, com seu resultado divulgado em janeiro, o concurso causou polêmica: as 927 vagas abertas para o cargo de professor atraíram mais de 14 mil candidatos. Contudo, apenas 73 candidatos foram aprovados e avançaram para a fase seguinte do certame. Com isso, a administração estadual havia previsto realizar um novo processo seletivo.

O baixo índice de aprovação, acompanhado de críticas em relação à prova, geraram críticas de candidatos. Ainda assim, o governo prometeu manter o cronograma e previa chamar os aprovados para assumirem os cargos no segundo semestre.

No momento, a SAD afirma que finaliza a análise de documentos de candidatos cotistas.

PM e bombeiros – Na segunda-feira (30), o governo estadual anunciou a retomada dos concursos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, divulgando hoje o cronograma das fases subsequentes das seleções, que devem ter a classificação final e homologação em 1º de junho.

Nesta terça, foi publicado no Diário Oficial os resultados dos recursos dos exames de saúde das categorias do concurso da PM (soldado, oficiais e oficiais de saúde) e bombeiros (soldados, oficiais, oficiais de saúde e oficiais especialistas) e da prova de títulos para oficiais especialistas e de saúde do Corpo de Bombeiros e de saúde da Polícia Militar.

Os aptos foram chamados para as próximas etapas da seleção –incluindo o exame de capacitação física, entre 15 de maio e 19 de junho, que deveriam ter sido realizadas de 8 a 12 de dezembro passado, mas foram adiadas por razões de ordem técnica e de força maior. A falta de pagamento do contrato também impediu a concretização do certame na segunda data, como anunciado em 3 de janeiro. O concurso ofereceu 388 vagas para soldados e 62 para oficiais.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions