ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  18    CAMPO GRANDE 31º

Empregos

Governo divulga em julho classificação final dos concursos de PM e bombeiro

Após dois atrasos,convocação para etapa de exame de aptidão física vai começar em 15 de maio

Por Aline dos Santos | 30/04/2019 08:20
Cronograma do concurso da Polícia Militar foi divulgado hoje pelo governo. (Foto: Arquivo)
Cronograma do concurso da Polícia Militar foi divulgado hoje pelo governo. (Foto: Arquivo)

Após anunciar ontem a retomada dos concursos da PM (Polícia Militar) e Corpo de Bombeiros, o governo do Estado divulgou hoje (dia 30) o cronograma de todas as fases, que prevê classificação final e homologação para a data de 1º de julho.

Hoje (dia 30), o Diário Oficial do Estado trouxe o resultado dos recursos da fase exame de saúde para todas as categorias do concurso da PM (soldado, oficiais e oficiais de saúde) e bombeiros (soldados, oficiais, oficiais de saúde e oficiais especialistas), além do resultado dos recursos da prova de títulos para oficiais especialistas e de saúde do Corpo de Bombeiros e oficiais de saúde da PM.

Desta forma, os candidatos considerados aptos no exame de saúde, bem como aqueles que tiveram o recurso administrativo provido pela Junta Médica Especial, serão convocados para a realização das fases subsequentes, por meio de editais no Diário Oficial. Ainda prosseguem para as próximas fases quem foi eliminado, mas obteve decisão judicial.

O cronograma do concurso define as datas do exame de capacidade física, etapa que vai de 15 de maio a 19 de junho, período entre a convocação e a publicação do resultado dos recursos. A etapa investigação social vai de 15 de maio a 7 de junho. Na sequência, em primeiro de julho, o governo vai publicar a classificação final dos candidatos aprovados em todas as fases e homologar os concursos públicos.

Todos os resultados dos recursos da fase exame de saúde podem ser conferidos a partir da página 5 do Diário Oficial (clique aqui)

Atrasado - O exame de aptidão física estava previsto para acontecer entre os dias 8 e 12 de dezembro do ano passado. A primeira suspensão foi justificada pelo governo “por motivos de ordem técnica e de força maior”.

O segundo adiamento aconteceu em 3 de janeiro de 2019 e foi justificado pela falta de pagamento do contrato. Os concursos são realizados pela Fapems (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura de Mato Grosso do Sul). Ao todo, o concurso ofereceu 388 vagas para soldados e 62 vagas para oficiais.