ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  11    CAMPO GRANDE 20º

Cidades

Guia Lopes se afasta das dez cidades com maior incidência de covid-19 no País

No entanto, outros municípios do Estado, apresentam aumento expressivo, mas ainda não aparecem no ranking nacional

Por Lucia Morel | 02/06/2020 18:19
Fonte: Unoversidade Federal de Viçosa
Fonte: Unoversidade Federal de Viçosa

Com frequência bem menor de casos confirmados por dia, Guia Lopes da Laguna, a 233 Km de Campo Grande, melhora sua posição no ranking e se afasta das 10 cidades brasileiras com maior incidência de covid-19 a cada 100 mil habitantes. O município que já ocupou a 6ª posição, agora está em 14º de um total de 20 elencados.

Para se ter uma ideia, a cidade de 9.895 habitantes, tem 234 confirmações da doença, o que corresponde a uma incidência de 2.364 casos a cada 100 mil moradores. A taxa é a maior do Estado, seguida por Douradina, com incidência de 1.046 e 62 casos confirmados.

Mesmo assim, tem tido queda nas confirmações, de acordo com dados dos boletins oficiais da SES (Secretaria de Estado de Saúde). Entre 31 de maio e hoje, a quantidade de casos foi de nove em três dias. No pior momento, a cidade chegou a registrar 50 confirmações em 24 horas.

Mesmo assim, outras cidades do Estado despontam e atualmente, a região da Grande Dourados - que engloba os municípios de Caarapó, Deodápolis, Douradina, Dourados, Fátima do Sul, Glória de Dourados, Itaporã, Jateí, Juti, Nova Alvorada do Sul, Rio Brilhante e Vicentina – são considerados o epicentro da pandemia em MS, mas ainda não aparecem entre os 20 mais de incidência no ranking nacional.

Somente hoje, em quatro das 13 cidades da Grande Dourados, foram novos 51 casos, sendo 33 em Dourados, 13 em Vicentina, 4 em Rio Brilhante e 1 em Fátima do Sul. O aumento expressivo na região se deve, sobretudo, aos casos registrados no frigorífico JBS/Seara, em Dourados, onde trabalham centenas de pessoas desses municípios.

Em nota, a JBS afirma que desde o início da pandemia "tem se pautado pelo absoluto foco na saúde, segurança e proteção dos seus mais de 130 mil colaboradores". Diz ainda que está atuando em conjunto com as autoridades e adotou rigoroso protocolo de prevenção seguindo as recomendações dos órgãos de saúde. "a JBS também conta com a consultoria clínica de especialistas do Hospital Albert Einstein e de médicos infectologistas que orientaram a empresa na definição das ações implantadas em suas unidades".

E que entre as ações adotadas estão o afastamento dos colaboradores do grupo de risco, monitoramento integral, medição de temperatura antes do acesso às unidades, uso obrigatório de máscaras, distribuição de álcool em gel, entre outras medidas. "A empresa esclarece que, de acordo com esse protocolo, tão logo teve a confirmação do primeiro caso de covid-19 em sua unidade, cumpriu com todas as medidas previstas, afastando os colaboradores conforme indicação médica e monitorando 100% da equipe da planta. Também foi realizada a desinfecção adicional e geral da unidade", completa.