ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SÁBADO  25    CAMPO GRANDE 19º

Cidades

Hospital Regional de Três Lagoas começa ativando pediatria e pronto-socorro

Setores da unidade hospitalar já começaram a funcionar, mas atendimento terá 100% de capacidade em agosto

Por Guilherme Correia | 23/06/2022 16:20
Hospital Regional, em Três Lagoas, foi inaugurado nesta quinta-feira. (Foto: Chico Ribeiro)
Hospital Regional, em Três Lagoas, foi inaugurado nesta quinta-feira. (Foto: Chico Ribeiro)

Hospital Regional Magid Thomé inaugurado nesta quinta-feira (23) pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) em Três Lagoas, já ativou setores de pediatria e de pronto-socorro. A unidade fica no Anel Viário do Distrito Industrial Varginha, a 327 quilômetros de Campo Grande e é considerada fundamental para o sistema de saúde de todas a região Leste do Estado.

Conforme o governo de Mato Grosso do Sul, o local deverá atender casos de alta e média complexidade e receber pacientes não apenas do município, como também de toda os municípios próximos, uma forma de diminuir a dependência com Campo Grande.

Para o governador Reinaldo Azambuja, a unidade hospitalar será o “melhor hospital em estrutura em toda costa leste”, com objetivo de atender toda a população. “A gente fica muito feliz em estar com vocês em Três Lagoas, assinar essas ordens de início e poder inaugurar o Hospital.”

“Temos um hospital de referência para média e alta complexidade. Vamos fazer ali um polo de atendimento. Começa o atendimento a partir de hoje; pronto-socorro e pediatria", explica. A previsão, no entanto, é que as 20 especialidades sejam tratadas a partir de 1º de agosto.

Governador durante entrega de obras e programas sociais em Três Lagoas. (Foto: Chico Ribeiro)
Governador durante entrega de obras e programas sociais em Três Lagoas. (Foto: Chico Ribeiro)

Investimento - Com a política de “trocar impostos por emprego”, Azambuja ressaltou os esforços em atrair multinacionais para o Estado. Segundo ele, a região já é o “maior polo produtor de celulose do mundo”, com as recentes instalações de empresas do ramo, tais como a chilena Arauco Celulose, que prevê quase R$ 20 bilhões em investimentos.

“Multiplicar empregos, oportunidades. Muitas vagas de emprego na região”, pontua. Questionado sobre os recursos usados pelo Executivo estadual, o governador pondera: “Não tem dinheiro sobrando, mas você tem recursos disponíveis para prioridades da população.”

O governador destacou a entrega de 147 títulos de regularização fundiária do empreendimento FNHIS (Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social) do Jardim Imperial e 90 cartões às famílias beneficiadas pelo Programa Mais Social.

Além de fazer obras, trazer empregos e oportunidades, a gente não se esquece das pessoas que mais precisam, que são os beneficiários dos programas sociais.”

Obras na rodovia estadual MS-320. (Foto: Chico Ribeiro)
Obras na rodovia estadual MS-320. (Foto: Chico Ribeiro)

Infraestrutura - Pela manhã, o governador assinou início de obras de infraestrutura da Avenida Custódio Andrews, avaliadas em R$ 15.023.307,51.

Também haverá pavimentação e drenagem do Bairro Vila Nova II, custeadas em R$ 10.759.418,58, e construção de ponte de concreto na Ribeirão Campo Triste, por R$ 1.615.749,35. O acesso ao Porto Pedreira também terá reforma, avaliada em R$ 3.635.034,52.

No início da tarde, Azambuja liberou obras na rodovia MS-320, de R$ 76.859.433,98, e assinou execução de reformas da Avenida Jary Mercante (R$ 14 milhões).

Também receberão restauração a rede e ligações domiciliares de esgoto nos Bairros Bela Vista, Santa Luzia, Santos Dumont, São Carlos e Nossa Senhora Aparecida (R$ 14.885.054,34).

Por fim, foi entregue a obra de reforma geral da Escola Estadual Afonso Francisco Trannin, no Distrito de Arapuá, avaliada em R$ 3.587.173,36, e cedidas três arenas esportivas do programa MS Bom de Bola.

Nos siga no Google Notícias