ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 26º

Cidades

Licitação define empresa para reforma da pista do aeroporto de Campo Grande

A empresa terá 355 dias para reforma da pavimentação das pistas de táxi e os pátios do Aeroporto Internacional de Campo Grande

Por Silvia Frias | 30/09/2020 09:03
Áreas que serão reformadas, conforme informações do edital (Foto/Reprodução)
Áreas que serão reformadas, conforme informações do edital (Foto/Reprodução)

Licitação aberta pelo Ministério da Infraestrutura, pela Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) irá contratar empresa para reforma das pistas e dos pátios do Aeroporto Internacional de Campo Grande.

O valor da obra é sigiloso até a conclusão da licitação, conforme disposto na Lei 13303, segundo Infraero. A reforma do aeroporto foi anunciada este ano, ampliando a capacidade dos terminais, de 2,5 milhões de passageiros por ano para 4,5 milhões.

A empresa será responsável pela reforma da pavimentação da pista de táxi A e F e os pátios 1 e 2 do aeroporto, áreas de pouso e decolagem dos aeronaves.

O serviço prevê instalação de canteiro de obras, retirada ou fresagem do pavimento existente, terraplanagem, drenagem, sinalização vertical e horizontal e proteção ambiental.

O prazo de contrato será de 565 dias consecutivos, a contar da assinatura da ordem de serviço, sendo 355 para execução da obra e os dias restantes para termo de recebimento e do pagamento final dos trabalhos.

Obras começaram em 2019 e devem terminar em 2021 (Foto: Henrique Kawaminami)
Obras começaram em 2019 e devem terminar em 2021 (Foto: Henrique Kawaminami)

O valor da obra não foi divulgado em reais no edital, mas consta montante de R$ 100 mil a R$ 5 milhões da apólice de risco de engenharia. A abertura das propostas está prevista para dia 23 de outubro, às 9h (horário de Brasília).

O investimento total no aeroporto, segundo a Infraero, é de R$ 39,9 milhões e geração de mais de 2 mil empregos diretos e indiretos. A nova área administrativa já foi concluída e, neste momento, os trabalhos estão voltados para execução de pilares em concreto para ampliação do novo terminal.

Ao fim das obras o terminal de passageiros estará 65% maior, passando de 6.185 m² para 10.027 m²; a sala de embarque será ampliada em 263%, de 480 m² para 1.740 m²; o saguão de 1.508 m² para 2.916 m²; e as áreas comerciais de 560 m² para 842 m².

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário