ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  14    CAMPO GRANDE 21º

Cidades

Maio registra chuvas acima da média, o dobro em Campo Grande

No período, choveu acima da média em vários municípios; Em Campo Grande, foram 180 milímetros, o dobro do esperado

Por Silvia Frias | 01/06/2020 07:27
No dia 12 de maio, chuva transformou Avenida Evelina Selingard em rio vermelho (Foto/Arquivo: Henrique Kawaminami)
No dia 12 de maio, chuva transformou Avenida Evelina Selingard em rio vermelho (Foto/Arquivo: Henrique Kawaminami)

Mês de maio terminou com chuvas acima da média em Mato Grosso do Sul, a exemplo de Campo Grande em que choveu o dobro do esperado para o período. Hoje, frente fria que chegou pelo sul do País está provocando pancadas isoladas e fracas, mas que irão derrubar as temperaturas nos próximos dias.

Em Corumbá, choveu a partir da noite de ontem até madrugada, com rajadas de ventos que alcançaram 50 km/h por volta das 3h. A temperatura mínima é de 17ºC e sensação térmica de 13ºC.

 Segundo serviço de meteorologia da Uniderp/Anhanguera, há registro de chuvas em Amambai, aproximadamente 10 milímetros nas primeiras horas da manhã, com temperatura de 13ºC; Aral Moreira, com pancadas desde às 2h, além de Iguatemi, Ponta Porã, com mínima de 12ºC. A previsão é de tempo nublado no sul e sudoeste do País, mas sem chuva nessas localidades.

Índices – as chuvas registradas no mês que acabou de se encerrar foram acima da média em vários municípios do País. Em Campo Grande, chegou a 180 milímetros, enquanto o esperado era de 90 milímetros.

Em Aral Moreira, o esperado para o período era de 135 milímetros, mas chegou a 158 milímetros; Corumbá choveu 57,2 milímetros, acima dos 53 milímetros médio, Pedro Gomes teve 95 milímetros, enquanto a média é de 65 milímetros.

A mesma situação aconteceu em Dourados, Maracaju e Dois Irmãos do Buriti, o último, com registro de 153,8 milímetros, enquanto a média era de 93 milímetros.

A previsão para a primeira semana de junho é de chuvas isoladas e queda de temperatura em todo o Estado.