ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 24º

Cidades

Mais de um terço da população da Capital se sente insegura no bairro onde mora

Dados divulgados pelo IBGE mostram que 34,7% das pessoas sentem algum nível de insegurança no próprio bairro

Por Jhefferson Gamarra | 06/12/2023 17:12
Rua do Bairro Coophatrabalho em Campo Grande (Foto: Arquivo/Campo Grande News)
Rua do Bairro Coophatrabalho em Campo Grande (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Três a cada dez pessoas com 15 anos ou mais em Campo Grande relataram sentir algum nível de insegurança no seu bairro, conforme dados da SIS (Síntese de Indicadores Sociais) 2023, divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quarta-feira (6).

O levantamento, que é feito com base em dados de 2022, pontuou que este grupo corresponde a 34,7% da população da Capital. Do total de pessoas que relataram algum nível de insegurança, 31,8% declararam que se sentiam inseguros, enquanto os outros 2,7% afirmaram se sentir muito inseguros.

A pesquisa também apresentou dados sobre a sensação de insegurança em casa. Na Capital, 14,9% da população com 15 anos ou mais disse sentir insegurança em casa. Uma parcela de 1,6% do total de pessoas relatou se sentir muito insegura.

Quando se fala de Mato Grosso do Sul como um todo, 19,8% dos habitantes declararam sentir insegurança e 1,5% afirmou sentir muita insegurança no bairro onde mora. Outros 10,6% de habitantes com 15 anos ou mais declararam sentir algum nível de insegurança destro de suas próprias casas.

Em relação à média nacional, 26,6% das pessoas acima de 15 anos sentiam algum nível de insegurança no seu bairro, enquanto 1,9% afirmou sentir muita insegurança. Assim como em Mato Grosso do Sul, no restante do Brasil a pesquisa reflete que a sensação de insegurança foi notavelmente maior nas capitais do que em todo o estado.

De todas as 27 unidades federativas do Brasil, aquelas onde as pessoas declararam se sentir mais inseguras nos próprios bairros foram Amapá (48,1%), Amazonas (46,0%) e Pará (37,6%). No outro extremo, estão: Santa Catarina (9,9%), Minas Gerais (18,1%) e Rio Grande do Sul (18,8%).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias