ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 24º

Cidades

Mais dois envolvidos em morte de casal carbonizado são presos

Suspeitos são mulher de 27 anos e homem de 34 anos, encontrados em Ponta Porã e Três Lagoas, respectivamente

Por Ana Paula Chuva | 10/04/2024 13:24
Vítimas encontradas carbonizadas em Três Lagoas (Foto: Reprodução/ redes sociais)
Vítimas encontradas carbonizadas em Três Lagoas (Foto: Reprodução/ redes sociais)

Foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (10) a segunda fase da operação Fogo Amigo e mais duas pessoas foram presas por envolvimento na morte de Denis Antônio de Souza Queirós, 31 anos, e Leide Jasmin Rodrigues, 21 anos. Ambos foram encontrados carbonizados na cidade de Três Lagoas, a 327 quilômetros de Campo Grande, no dia 22 de julho de 2023.

A ação foi coordenada pela SIG (Seção de Investigações Gerais) e pelo NRI (Núcleo de Inteligência), ambos de Três Lagoas, onde o caso é investigado. E contou com apoio da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã.

Na ocasião, foram feitas diligências como desdobramentos da operação realizada em fevereiro deste ano na cidade de Bauru, interior de São Paulo, quando foram presos os primeiros suspeitos do crime dois homens de 34 e 37 anos, que não tiveram os nomes divulgados.

Após a primeira fase, a polícia continuou investigando o caso e conseguiu identificar os outros dois suspeitos. Com isso, foram cumpridos os mandados de prisão hoje contra uma mulher de 27 anos em Ponta Porã e contra um homem de 34 anos, em Três Lagoas.

Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Criminal de Três Lagoas. Os quatro presos serão indiciados por homicídio qualificado por motivo fútil, pelo recurso que dificultou a defesa das vítimas, pelo emprego de fogo e asfixia. Ninguém teve o nome divulgado.

Relembre – Às 6h20 do dia 22 de julho daquele ano, Leide foi encontrada com o corpo ainda em chamas em área de mata atrás da Unei (Unidade Educacional de Internação). Pessoas que passavam pelo local acionaram a polícia, mas quando a equipe chegou a jovem já estava morta.

Horas depois, por volta das 10h, Denis foi achado parcialmente carbonizado às margens da BR-158. No corpo também havia sinais de estrangulamento e queimaduras na região pélvica. Ambos foram identificados dias depois.

Durante a investigação, a Polícia Civil concluiu que o casal foi morto por amigos próximos e a motivação do crime seria passional, por conta de um relacionamento que Denis teve antes de conhecer Leide, que acabou executada como queima de arquivo.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

* Com informações Hoje Mais Três Lagoas.

Nos siga no Google Notícias