ACOMPANHE-NOS    
FEVEREIRO, SÁBADO  27    CAMPO GRANDE 23º

Cidades

Motoristas de ambulância e agentes funerários devem ser vacinados na 1ª fase

Os trabalhadores em saúde a serem imunizados precisarão comprovar vínculo com algum serviço de saúde para poderem receber as doses

Por Lucia Morel | 15/01/2021 18:49
Vacinação deve começar dia 20 de janeiro em todo País. (Foto: Agência Brasil)
Vacinação deve começar dia 20 de janeiro em todo País. (Foto: Agência Brasil)

Na primeira fase de vacinação contra covid-19 no Brasil, os trabalhadores em saúde a serem imunizados precisarão comprovar vínculo com algum serviço de saúde para poderem receber as doses.

Plano Nacional de Imunização afirma que para esse público, “será solicitado documento que comprove a vinculação ativa do trabalhador com o serviço de saúde ou apresentação de declaração emitida pelo serviço de saúde”.

Vale ressaltar que dentro do grupo de trabalhadores em saúde definido pelo Ministério de Saúde, estão incluídos profissionais de outras áreas, mas que atuem dentro de instituições de atendimento à saúde, como recepcionistas, seguranças, pessoal da limpeza, cozinheiros e auxiliares, como motoristas de ambulâncias e até agentes funerários.

“Ou seja, aqueles que trabalham nos serviços de saúde, mas que não estão prestando serviços direto de assistência à saúde das pessoas. Inclui-se, ainda, aqueles profissionais que atuam em cuidados domiciliares como os cuidadores de idosos e doulas/parteiras, bem como funcionários do sistema funerário que tenham contato com cadáveres potencialmente contaminados”, revela o plano.

Na primeira fase, além desse grupo, serão vacinados ainda idosos de 75 anos ou mais; pessoas de 60 anos ou mais que vivam em asilos ou outras instituições; indígenas aldeados em terras demarcadas; povos e comunidades tradicionais ribeirinhas e quilombolas.

O Brasil, bem como Estados e municípios, se preparam para começar a vacinação na próxima quarta-feira, 20, mas ainda há muitas incertezas, inclusive, quanto a quantidade real de vacinas a serem disponibilizadas até lá.

Vale lembras que na segunda fase serão imunizadas pessoas de 60 a 74 anos, e na terceira, quem possui alguma comorbidade. Professores e outras populações vulneráveis e também prioritárias, ainda não foram incluídas em nenhuma fase.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário