ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  09    CAMPO GRANDE 29º

Cidades

MS recebe 20 respiradores e discute remessa de mais 40 com Ministério da Saúde

Assessor especial do Ministério, Airton Cascavel está em Campo Grande e discute remessa de equipamentos e ações de combate à covid

Por Silvia Frias | 01/08/2020 14:11
Marquinhos Trad (esq) em reunilão com assessor do ministério, Airton Cascavel (camisa clara) (Foto/Reprodução)
Marquinhos Trad (esq) em reunilão com assessor do ministério, Airton Cascavel (camisa clara) (Foto/Reprodução)

O assessor especial do Ministério da Saúde, Airton Antônio Soligo, o ex-deputado conhecido como Airton Cascavel, participa de reuniões com as secretarias de Saúde de Mato Grosso do Sul e de Campo Grande sobre ações de combate à covid e remessa de equipamentos, entre eles, 20 respiradores e máquina de testagem.

Hoje o Estado tornou-se um dos principais focos da doença, segundo o 2º em alta de índice de casos, 51%, conforme dados do consórcio de veículos de imprensa (G1, O Globo, Extra, O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo e UOL). MS fica atrás somente do Rio de Janeiro, com alta de 60% dos casos confirmados.

Já foi acordada a remessa de 20 respiradores que devem chegar hoje à tarde em Campo Grande. O secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende disse que o destino desses equipamentos ainda será definido.

A SES (Secretaria Estadual de Saúde) discute, ainda, a entrega de mais 40 desses equipamentos, que devem ser distribuídos em hospitais da capital e alguns do interior do Estado. Hoje, há 464 doentes internados nos hospitais do Estado, taxa de ocupação acima dos 90%.

O assessor participou de reunião esta manhã com o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), para discutir a aquisição de respiradores. Agora à tarde, Airton Cascavel encontra o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende. Na segunda-feira, há outra reunião com o governador do Estado, Reinaldo Azambuja, às 8h.

Resende diz que uma das reivindicações é aquisição de máquina de testagem para acelerar a resposta dos exames de covid. Hoje, este trabalho é feito pelo Lacen (Laboratório Central), com apoio da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Hemosul e Fioruz (Fundação Oswaldo Cruz). Na live de hoje, o secretário diz que esse maquinário deve chegar em prazo de 10 dias.

No boletim da SES, divulgado hoje, Mato Grosso do Sul tem 25.739 casos confirmados da doença e 389 mortes. Nas últimas 24h, foram 803 novas infecções e 13 óbitos.