ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, QUARTA  08    CAMPO GRANDE 17º

Cidades

MS tem 5 suspeitas de coronavírus; uma é de mulher que esteve em Veneza

Dos casos, 4 são de Campo Grande e um de Ponta Porã, cujo primeiro resultado deu negativo para outros tipos de vírus

Por Marta Ferreira e Angela Kempfer | 27/02/2020 15:23
Secretaria de Saúde divulgou nota sobre novo coronavírus nesta tarde. (Foto: Arquivo)
Secretaria de Saúde divulgou nota sobre novo coronavírus nesta tarde. (Foto: Arquivo)

Mato Grosso do Sul tem cinco casos suspeitos do novo coronavírus, o Covid 19, responsável por doença respiratória que já causou mais de 2,7 mil mortes na China e está provocando alerta em todo o mundo. Das suspeitas, segundo divulgou nesta tarde a SES (Secretaria Estadual de Saúde), 4 são em Campo Grande e uma em Ponta Porã. Todos foram notificados nas últimas 24 horas, segundo nota do órgão estadual

Conforme o texto, os casos foram considerados suspeitos de acordo com a classificação do Ministério da Saúde.

A suspeita de Ponta Porã já havia sido tornada pública nesta quarta-feira. O paciente de 24 anos está internado no isolamento desde domingo (23). Ele passou 16 horas na China durante viagem de duas semanas, com destino a Tailândia, na qual também passou pela Alemanha.

A SES divulgou que o primeiro resultado do exame feito pelo Lacen (Laboratório Central) deu negativo para oito tipos de vírus respiratórios pesquisados. Foi enviada amostra para o Instituto Adolfo Lutz (IAL) em São Paulo para serem pesquisados outros tipos de vírus respiratórios, inclusive, o novo coronavírus . O resultado conclusivo deve sair na próxima semana.

Veio da Itália -  Outro dos casos ainda em "averiguação" na Capital é de servidora pública que acaba de voltar da Itália, país hoje com o maior número de casos de coronavírus na Europa, com mais de 400 infectados e 12 mortes.

Ela diz que há um ano planejou a viagem pela região da Toscana, mas como tinha curiosidade sobre o Carnaval europeu, também passou 2 dias em Veneza, onde foi detectado foco da doença. “Quando saímos do Brasil, o problema era só na China. Quando sai da Itália e cheguei em Barcelona é que ficamos sabendo dos casos em Veneza”, contou a mulher ao Campo Grande News.

No tempo que esteve na Itália, ela garante que “tudo pareceu muito tranquilo”. Como viajou com uma amiga médica, a servidora afirma que tomou todas as precauções para evitar contágio. “Ela trabalha na rede pública de saúde e nos orientava muito bem”.

A mulher diz que tem histórico de rinite e, como chegou a Campo Grande com nariz congestionado, procurou o Proncor e passou por todo o protocolo definido para suspeitas do novo coronavírus. “Me liberaram porque eu não tive febre e estou em casa agora. Amanhã sai o exame e, seu Deus quiser não vai ser nada demais”

Descartados - Outras duas suspeitas, de pessoas de Campo Grande foram descartadas, depois da identificação de que se tratava de outro vírus, o Influenza A.

A Secretaria Estadual de Saúde de Saúde informou que ainda investiga outros quatro casos de pacientes em campo Grande que se enquadram na definição de suspeita de coronavírus. As amostras deram resultado negativo no Lacen e foram encaminhadas para o laboratório em São Paulo para análise.

Os casos ainda não aparecem na estatística do Ministério da Saúde, que será atualizada nesta tarde.