ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, QUARTA  22    CAMPO GRANDE 24º

Cidades

Operação apreendeu 22 armas de fogo para ressarcir danos em Brasília

Os mandados de busca visavam apreender bens para ressarcimento dos danos causados ao patrimônio público

Viviane Oliveira | 12/05/2023 10:11


Durante a Operação Lesa Pátria, deflagrada pela Polícia Federal, na manhã de ontem (11), contra suspeitos de financiar atos antidemocráticos de 8 de janeiro contra o prédio dos três Poderes, em Brasília (DF), foram apreendidas 22 armas, 140 mil dólares e 48.850 reais. Além da quantia, foram apreendidos oito veículos, passaportes e celulares. A ação foi realizada em Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná.

No Bairro Porto Belo, na casa do empresário Adoilto Fernandes Coronel, em Maracaju, distante 160 quilômetros de Campo Grande, foi apreendido um arsenal. Veja acima o vídeo. Foram, pelo menos, três armas de grosso calibre e centenas de munições. Adoilto é CAC (Colecionador, Atirador Esportivo e Caçador) e o armamento está legalizado.

Porém, as armas foram apreendidas, porque os mandados de busca visavam apreender bens, valores e objetos para ressarcimento dos danos causados ao patrimônio público. Adoilto é suspeito de ter financiado dois ônibus para levar pessoas até Brasília. A reportagem tentou falar com o empresário, mas não conseguiu contato.

Os alvos são investigados pelos crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido. Um dos alvos da ação foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo.

Nos siga no Google Notícias