A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Agosto de 2019

02/07/2019 17:23

Operação do Exército destrói mais de 1,5 mil armas a pedido do TJMS

Armamento havia sido recolhido em processos judiciais; inutilização faz parte de acordo entre Exército e CNJ

Humberto Marques
Armamento foi entregue pelo TJMS após deixar de integrar processos judiciais. (Foto: Divulgação)Armamento foi entregue pelo TJMS após deixar de integrar processos judiciais. (Foto: Divulgação)

Operação do 9º Batalhão de Suprimento “Guia Lopes” –que integra o SisFPC/9 (Sistema de Fiscalização de Produtos Controlados da 9ª Região Militar)– entre 25 e 27 de junho resultou na destruição de 1,5 mil armas, brancas e de fogo, entregues pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. A atividade integrou a Operação Vulcão, um acordo de cooperação técnica existente desde 2017 entre o Exército e o CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

A parceria, conforme destacou o Exército, visa a intensificar a entrega de destruição de armas de fogo e munições apreendidas que estejam sob custódia do Poder Judiciário e que não interessam mais à continuidade de processos judiciais, mas não se encaixam nas normas para doação a órgãos de Segurança Pública ou às Forças Armadas.

Participaram da ação militares do 9º Batalhão de Engenharia de Combate, do 18º Batalhão de Transportes e da 14ª Companhia de Polícia do Exército. Ao todo, foram destruídas 1.241 armas de fogo, 313 armas brancas e 591 lunetas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions