A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 17 de Agosto de 2019

10/07/2019 10:00

PC em MS prende homem procurado por tráfico de drogas em Santa Catarina

Mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos no bairro Cidade Jardim; ação faz parte de investigação iniciada em 2018

Silvia Frias
Além do mandado de prisão, policiais da Denar apreenderam armas e munições (Foto/Divulgação:PC)Além do mandado de prisão, policiais da Denar apreenderam armas e munições (Foto/Divulgação:PC)

Ação comandada pela Polícia Civil de Chapecó (SC), com apoio da polícia em MS prendeu foragido da Justiça de Santa Catarina e apreendeu armas em Campo Grande. O trabalho fez parte da 8ª fase da Operação Woodstock Condá contra o tráfico de drogas em Santa Catarina, Paraná, Amazonas e Mato Grosso do Sul.

Em MS, a operação teve apoio da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), com cumprimento de mandado de prisão temporária de homem investigado por tráfico de drogas. Também foi cumprido mandado de busca na casa dele e os policias apreenderam três armas e dezenas de munições. A prisão ocorreu no bairro Cidade Jardim, em Campo Grande.

No total, foram cumpridos 18 mandados de prisão e 22 de busca e apreensão, em investigação que começou em Chapecó, em maio de 2018, e foi desmembrada em várias fases.

Segundo o delegado responsável pela operação, Rodrigo Moura ação de hoje é continuidade da 7ª fase, deflagrada ontem, em que foram cumpridos 14 mandados de busca e seis de prisão em flagrante. “É ação conjunta, no mesmo inquérito policial, dividimos a operação por questão de logística”.

Na operação, um piloto de aeronave foi preso em Manaus. O delegado explica que a investigação apurou que ele ofereceu 50 quilos de maconha a um dos alvos.

A operação começou em maio de 2018, com apreensão de ecstasy em Chapecó e, a partir dos desdobramentos, alcançou ramificações de tráfico de maconha, cocaína e contrabando de anabolizantes.

Desde o início, já foram cumpridos 103 mandados de busca e apreensão e 55 prisões. Duas carretas com maconha, avaliada em R$ 11 milhões, foram apreendidas pela polícia.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions