A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2019

28/11/2019 11:59

Policial civil flagrado com cocaína, o 5º preso da Omertà, é afastado do cargo

Rafael Grandine Salles, de 35 anos, foi pego com 45 gramas da droga no dia 22 de setembro

Anahi Zurutuza
Rafael, escrivão lotado na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã, posa para foto (Foto: Facebook/Reprodução)Rafael, escrivão lotado na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã, posa para foto (Foto: Facebook/Reprodução)

O quinto integrante da Polícia Civil preso por consequência da Operação Omertà, o escrivão Rafael Grandine Salles, de 35 anos, foi afastado compulsoriamente do cargo. A publicação assinada pelo corregedor-geral, delegado Jairo Carlos Mendes, está no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (28).

Ficou determinado o recolhimento da arma e carteira funcionais, e ainda a suspensão das senhas e login de acesso usadas pelo servidor para entrar nos bancos de dados utilizados pela corporação. O policial perde também as férias.

O afastamento leva em conta “a gravidade dos fatos imputados ao servidor, que será objeto de ação disciplinar neste órgão”.

Rafael foi preso no dia 22, uma sexta-feira, ao ser flagrado com 45 gramas de cocaína. Além da droga, os agentes que fizeram buscas na república onde vivem policiais civis em Ponta Porã, encontraram 37 munições de origem estrangeira calibre .380 e 33 cápsulas de calibre .40 que pertenceriam ao suspeito.

O escrivão foi preso em Terenos e com ele, foi apreendida uma pistola calibre 9 milímetros.

A ação que resultou na prisão de Rafael é fruto das investigações policiais da Operação Omertá, responsável pela prisão dos empresários Jamil Name e Jamil Name Filho.

A força-tarefa também já prendeu, em setembro, os policiais Elvis Elir Camargo de Lima, 46 anos, Frederico Maldonado Arruda, 56 anos, Márcio Cavalcanti e Vladenilson Olmedo.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions