ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, TERÇA  07    CAMPO GRANDE 32º

Cidades

Prazo para consertar rede e fazer religação da luz é indeterminado, diz Energisa

Quatro mil casas e empresas sofrem com falta de eletricidade em Mato Grosso do Sul

Por Aletheya Alves e Adriel Mattos | 15/10/2021 18:41
Jardim dos Estados foi um dos bairros afetados pela falta de energia na Capital. (Foto: Kísie Ainoã)
Jardim dos Estados foi um dos bairros afetados pela falta de energia na Capital. (Foto: Kísie Ainoã)

Falta de energia elétrica em Mato Grosso do Sul ainda não possui tempo determinado para solução final, conforme explica o diretor-presidente da Energisa, Marcelo Vinhaes. A tempestade que aconteceu durante a tarde desta sexta-feira (15), provocou a queda de eletricidade em 4 mil casas e empresas.

Sobre o cenário geral, Vinhaes relatou que a maior parte dos problemas foram causados por quedas de árvores inteiras na rede elétrica. "Todas as equipes estão mobilizadas, estamos deslocando para os locais. No caso de árvores, é um serviço complexo, porque precisamos avaliar cada caso e demora bastante", disse.

De acordo com a Energisa, o registro de hoje possui o maior número de afetados em oito anos de atuação da concessionária. Na Capital, a reportagem foi notificada por moradores sobre falta de energia nos bairros Santa Dorotheia, Arnaldo Estêvão de Figueiredo, Amambaí, Guanandi, Jardim dos Estados, Centro, Parati, Bela Vista, Vila Sobrinho, Leblon, Coronel Antonino e Vila Ferroviária.

Tempestade intensa também foi registrada em Sidrolândia, Dourados, Ponta Porã e Douradina. Em todos os locais, houve registro sobre quedas de árvores e interrupções no fornecimento de energia.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário