ACOMPANHE-NOS    
FEVEREIRO, SÁBADO  27    CAMPO GRANDE 23º

Cidades

Sem previsão de ter mais vacina, Reinaldo pede cuidados redobrados

Governador lembrou em transmissão ao vivo que só com todo mundo vacinado, vida poderá volta ao normal

Por Anahi Zurutuza | 20/01/2021 12:26
Governador Reinaldo Azambuja durante live desta quarta-feira (Foto: Divulgação)
Governador Reinaldo Azambuja durante live desta quarta-feira (Foto: Divulgação)

Sem saber quando o próximo lote de doses da CoronaVac vai chegar a Mato Grosso do Sul, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) aproveitou a transmissão ao vivo do boletim epidemiológico da covid-19 para fazer apelo para que a população não “baixe a guarda”.

Vamos continuar nos cuidamos, permanecermos em isolamento, usar máscara e virar essa página com a vacinação”.

O governador revelou que de ontem para hoje, 18 pessoas foram levadas pela covid-19 e 2.723 famílias que perderam seus entes queridos durante a pandemia. “Por isso, é muito importante permanecermos vigilantes uso de máscaras, mantendo os cuidados que nós temos. A pandemia não acabou. Tivemos um aumento exponencial dos casos desse vírus pelas aglomerações, pelas reuniões de novembro e dezembro”.

O chefe do Executivo estadual lembrou que ainda não há previsão de quando a população estará toda vacinada e poderá, portanto, voltar à vida normal. “Hoje, nem que nós queiramos, tem vacina. Nem se você quiser comprar, o laboratório não consegue te entregar. Então, o Ministério da Saúde está capitalizando isso e fazendo a distribuição, que nós sempre defendemos, que fosse pelo PNI (Programa Nacional de Imunização)”.

Reinaldo afirmou que todos os governadores estão trabalhando conjuntamente em conseguir mais vacinas o quanto antes. “Nós estamos muito empenhados, nós os governadores do Brasil, para a liberação desse lote lá do Instituto Butantan, as 4 milhões de doses, e para que se fabrique no Brasil e se registrem, as outras vacinas também disponíveis no mercado para que a gente possa ampliar esse leque”.

O governador aproveitou para agradecer aos integrantes das forças de segurança e da Saúde envolvidos na distribuição das 158 mil doses da CoronaVac enviadas a Mato Grosso do Sul, que em menos de 24 horas estavam nos municípios. “Foi uma integração que deu resultado. Mato Grosso do Sul deu exemplo aos Brasil de uma logística e de uma distribuição, da efetividade de começarmos a imunizar”.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário