ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  09    CAMPO GRANDE 29º

Cidades

Taxa de ocupação de leitos de UTI em Corumbá ultrapassa a Capital

Taxa de leitos na região de Corumbá chegou a 90%, enquanto que em Campo Grande está em 88%

Por Leonardo Rocha | 01/08/2020 12:37
Secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, durante a live (Foto: Reprodução - Facebook)
Secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, durante a live (Foto: Reprodução - Facebook)

A taxa de ocupação de leitos na região de Corumbá chegou a 90%, ultrapassando a (macrorregião) Capital, que hoje está em 88%. Os dados foram divulgados na live deste sábado (01), pelo secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende.

Nos dados divulgados pelo governo, a região de Corumbá agora lidera a taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) SUS (Sistema Único de Saúde) para pacientes de covid-19, com 90%, seguido por Campo Grande com 88%, depois aparecem (região) Dourados (57%) e Três Lagoas (29%).

No boletim divulgado ontem (31), a macrorregião de Campo Grande estava com 90% de taxa de ocupação, seguido por Corumbá com 81%. Quando se leva em conta todo o Estado, este percentual chega a 59%. “Este dado leva em conta todas as regiões, mas sabemos que algumas cidades já estão no limite”, disse Resende.

Preocupação – O secretário voltou a mostrar a preocupação com Campo Grande, pois os 88% engloba toda a macrorregião, que tem a participação de mais de 30 municípios. Já na Capital, ele recebeu a informação que muitos hospitais, inclusive particulares, estão praticamente no “limite” de lotação de leitos.

“Fizemos a ampliação de leitos nesta semana em várias unidades em Campo Grande e toda macrorregião, e já estamos correndo atrás para ampliar mais dois no Hospital do Pênfigo, que estamos em conversa com o secretário municipal de Saúde”, destacou.

Internações – No boletim divulgado hoje (01), pelo governo estadual, foi informado que tem 464 pessoas internadas no Estado devido o covid-19, estando 203 recebendo o tratamento em leitos de UTI, 125 em hospitais públicos e 78 em unidades privadas.