ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 22º

Cidades

Testes do Ibope na Capital não atingem meta e todos dão negativo para covid-19

Somente Corumbá alcançou meta de 250 testes e de todas as 606 amostras colhidas em MS, todas deram negativo para a doença

Por Lucia Morel | 22/05/2020 15:49
Teste rápido de detecção de covid-19 é feito pelo entrevistador do Ibope e resultado sai na hora. (Foto: Kísie Anoiã)
Teste rápido de detecção de covid-19 é feito pelo entrevistador do Ibope e resultado sai na hora. (Foto: Kísie Anoiã)

O Ibope Inteligência alcançou 80,8% das 750 entrevistas previstas nas três cidades de Mato Grosso do Sul onde foram feitos testes rápidos de detecção do novo coronavírus. Todos as 606 amostras coletadas em MS foram negativas para o vírus.

Campo Grande foi onde o trabalho de pesquisa mais atrasou, sendo que nem metade dos 250 exames previstos foram realizados. O alcance foi de somente 45,2% dos testes, totalizando 113 amostras.

Um dos principais objetivos do estudo é saber se os dados oficiais de casos confirmados correspondem à realidade ou se está havendo subnotificação.

Diante do resultado, Mato Grosso do Sul parece estar apresentando números reais da pandemia e como informou recentemente a SES (Secretaria de Estado de Saúde), a testagem da população em MS está ampla, garantindo dados fidedignos.

Fonte: JC Pesquisas e Consultoria
Fonte: JC Pesquisas e Consultoria

Na Capital, entrevistadores chegaram a ser detidos para explicações, o que atrasou o estudo. Problemas semelhantes foram identificados em outras cidades do Brasil.

No Estado, além de Campo Grande, também fazem parte da pesquisa do Ibope - em parceria com a UFPel (Universidade Federal de Pelotas) e Ministério da Saúde -, os municípios de Dourados e Corumbá. No primeiro, foram feitas 243 entrevistas e no segundo, 250.

A pesquisa denominada “‘Evolução da prevalência de infecção por Covid-19 no Brasil: Estudo de Base Populacional” começou em 14 de maio em 133 cidades brasileiras e previa ser finalizada no dia seguinte, mas não foi possível.

Desconfiança da população em relação à idoneidade dos entrevistadores, bem como a falta de comunicação entre Ministério da Saúde e secretarias estaduais e municipais de saúde, dificultaram a evolução do estudo, que foi paralisado e retomado esta semana, sendo encerrado ontem.

Segundo o coordenador da pesquisa em Campo Grande, João Carlos Belém, da JC Pesquisas e Consultoria, terceirizada do Ibope, o resultado preliminar de todas as amostras coletadas foi negativo, mas como há registro fotográfico de cada um dos resultados das 113 amostras, será feita conferência uma a uma, para verificar se correspondem.

Quanto à continuidade das entrevistas, que ainda contarão com duas fases, Belém informou que na semana que vem reunião com o Ibope e com a UFPel definirá se os exames não feitos serão colhidos nas próximas etapas e quais serão as datas para a realização.

Todo material de coleta e análise é levado para as entrevitas de casa em casa. (Foto: Kísie Anoiã)
Todo material de coleta e análise é levado para as entrevitas de casa em casa. (Foto: Kísie Anoiã)

Pesquisa – A pesquisa “Evolução da prevalência de infecção por Covid-19 no Brasil: Estudo de Base Populacional”, quer testar 250 pessoas em cada uma das 133 cidades selecionadas no País.

Na Capital, são 18 entrevistadores que estão percorrendo 25 bairros ou setores censitários, e obrigatoriamente, 10 pessoas em cada um desses setores devem responder às perguntas e fazer o teste rápido, para que se alcance 250 pesquisados. Os mesmos números devem ser cumpridos nos demais municípios.

Os entrevistadores devem estar com máscaras descartáveis, toucas descartáveis, aventais descartáveis, sapatilhas descartáveis, óculos de proteção e luvas. Além disso, todos os entrevistadores devem ter em mãos, segundo o Ibope, frascos de álcool gel, sacos de lixo infectante e caixas de descarte de materiais hospitalares.

Os 25 bairros selecionados em Campo Grande são: Centro, São Francisco, Vila Glória, Santa Fé, Chácara dos Poderes, Noroeste, Nova Lima, Monte Castelo, Mata do Segredo, Santo Antônio, Santo Amaro, Popular, Pioneiros, Centro Oeste, Lageado, Aero Rancho, Jacy, Piratininga, Tiradentes (em dois setores), Carlota, Universitário, Leblon, Batistão e São Conrado.

Conforme o Ibope, o estudo será realizado em três etapas, sempre nos mesmos 133 municípios. Ao término da pesquisa, 99.750 brasileiros terão sido testados.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário