A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 22 de Março de 2019

29/01/2019 11:43

Polícia Federal de MS auxilia Paraguai em investigação de ataque na fronteira

Equipe com peritos e agentes prestou apoio técnico-científico em dezembro

Aline dos Santos
Cenário de pós-guerra depois de ataque em povoado paraguaio na fronteira com Paranhos. (Foto: Direto das Ruas)Cenário de pós-guerra depois de ataque em povoado paraguaio na fronteira com Paranhos. (Foto: Direto das Ruas)

Peritos e agentes da PF (Polícia Federal) de Mato Grosso do Sul foram ao Paraguai para prestar apoio à Polícia Nacional após as explosões em Ypejhú, na fronteira com Paranhos, a 469 km de Campo Grande.

A equipe tinha agentes lotados em Ponta Porã e peritos e papiloscopista da Capital.
O trabalho foi em 20 e 21 de dezembro, um dia depois da explosão de imóveis em Ypejhú, na fronteira com Mato Grosso do Sul.

Na madrugada de 19 de dezembro, cerca de 30 homens fortemente armados com rifles, granadas e pistolas invadiram três casas e uma empresa de venda de carros.

No momento do ataque, duas mulheres e um bebê de seis meses estavam na casa, no momento do ataque. O trio foi arrastado para uma praça, enquanto a casa e a garagem de veículos foram incendiadas e tudo ao redor explodido. Dezoito carros foram queimados. 

"Parece o Afeganistão", afirmou ao Campo Grande News um policial brasileiro que cruzou a fronteira e percorreu os locais atacados a tiros, granadas e explosivos. O povoado paraguaio tem menos de 2.500 habitantes e viveu um fim de ano violento.



"terra sem lei" - como se estivéssemos em um país que tenha Lei, q a lei é cumprida tsc tsc tsc

Aqui no Brasil barragens alagam e matam e ninguém vai preso, ninguém paga multa e 3 anos depois acontece novamente, mas o Paraguai é a terra sem Lei, nós, o país de Renan Calheiros e cia, chamando o Paraguai de "Terra sem lei", me arrisco a dizer que tem muito mais lei lá do que aqui
 
Luis em 29/01/2019 13:51:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions