A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

08/06/2013 14:23

Bacha ainda não retirou bois e diz que alguns já foram "comidos"

Luciana Brazil

O produtor Ricardo Bacha, dono da fazenda Buriti, em Sidrolândia, a 71 km de Campo Grande, ainda não retirou as 350 cabeças de gado da fazenda que está ocupada desde o dia 15 de maio por índios terenas. Segundo o fazendeiro, sua entrada na sede não foi autorizada. Ele acredita que na próxima semana receberá apoio da Iagro (Agência Estadual de Vigilância Animal e Vegetal) para retirar os animas.

“Não sei o que vou encontrar lá. Mas tenho informações de que alguns animais já foram comidos. Acredito que semana que vem eu consiga retirar o gado de lá”.

Na fazenda São José, de propriedade do filho de Bacha, as 90 cabeças de gado foram retiradas, de acordo com o site Região News. A mesma sorte teve o dono da Cambará, propriedade também invadida pelos índios. O dono conseguiu retirar as mais de 1,2 mil cabeças de gado da sede.

Bacha teria pedido apoio da Iagro, logo na época da invasão, para vacinar o gado contra aftosa e retirar os animais.
A fazenda foi placo do conflito entre índios e polícia, no dia 30, quando uma ação de reintegração, mal sucedida, culminou na morte do indígena Oziel Gabriel, 35 anos. Mais de cinco fazendas já foram ocupadas na região de Sidrolândia, desde o dia 15 de maio, quando a fazenda Buriti foi ocupada pela segunda vez.

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...


Acho que comer os bois não tem problema.
Primeiro que os bois não são meu.
Segundo a fazenda é oriunda de quando ele era presidente da Enersul.
O que veio na "mão grande" vai pros indios.
É isso. E punto!
 
Elviria Santos Ferreira em 08/06/2013 17:19:55
É churrasco todo dia! Cadê o cumprimento das leis nesse estado?
 
Vânia Junqueira em 08/06/2013 15:05:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions