A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 16 de Dezembro de 2018

02/04/2008 21:20

Adiado mais uma vez julgamento sobre taxa de iluminação

Redação

Foi adiada mais uma vez pelo Tribunal de Justiça o julgamento da Adin (Ação Indireta de Inconstitucionalidade) proposta pela Ministério Público Estadual para tentar derrubar da Cosip (Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública), popularmente conhecida como taxa de iluminação. O adiamento foi por causa da falta de quórum para votação da ação. Havia 15 desembargadores e são necessários 17 desembargadores.

A votação já havia sido adiada na semana passada. Agora, a previsão é que seja apreciada novamente no dia 16 de abril. A ação questiona a lei complementar 58, de 2003, proposta pelo município de Campo Grande, que estabelece critérios para cobrança da Cosip. O MPE sustenta que a cobrança possui base de cálculo idêntica à do ICMS (Imposto Sobre a Circulação de Mercadorias), levando assim à bitributação. Outro argumento é que, mantendo a cobrança o município estaria invadindo a esfera de competência legislativa estadual.

Um terceiro ponto sustentado na ação é que os dispositivos legais não podem estabelecer discriminação entre consumidores. A alusão se refere é referente à isenção da Cosip de quem tiver consumo mensal inferior a 100 kW/h. Diz o texto que
Ninguém acerta e Mega-Sena pode pagar R$ 48 milhões na terça-feira
A Mega-Sena acumulou mais uma vez e agora pode pagar R$ 48 milhões caso alguém acerte as seis dezenas que serão sorteadas na próxima terça-feira (18)...
Chefe de facção carioca é preso por agentes em cidade paraguai
Foi preso neste sábado (15), no Paraguai, país que faz divisa com Mato grosso do Sul, o brasileiro Carlos Eduardo Sales Cardoso, apontado como um dos...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions