A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

08/09/2018 12:00

Agressor do Bolsonaro desembarca na Capital e segue para o Imol

Neste período de adaptação, ele não recebe visitas, a não ser dos advogados

Danielle Valentim, Geisy Garnes e Anahi Zurutuza
Desembarque de Adélio na pista do Aeroporto Internacional de Campo Grande (Foto: Kísie Ainoã)Desembarque de Adélio na pista do Aeroporto Internacional de Campo Grande (Foto: Kísie Ainoã)

Adélio Bispo de Oliveira, agressor do candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) desembarcou às 12h deste sábado (8) no Aeroporto Internacional de Campo Grande. Ele estava detido em Juiz de Fora (MG), onde o esfaqueamento ocorreu.

A reportagem do Campo Grande News acompanha a chegada a Campo Grande. Agora, Adélio será escoltado ao Imol (Instituto Médico Odontológico) e, em seguida, à unidade prisional, que fica no anel viário de Campo Grande, entre as saídas de São Paulo e Sidrolândia.

No Presídio Federal, segundo o Depen (Departamento Penitenciário Nacional), Adélio ficará isolado em uma ala destinada a réus colaboradores, protegidos pela Justiça ou com risco a integridade física.

Adélio terá rotina rígida, a mesma imposta a todos os internos, principalmente aos que acabam de ingressar. Conforme apurou o Campo Grande News, por pelo menos 10 dias, ele ficará em cela individual, de 7 metros quadrados, e quase sem contato com os outros internos.

O preso tem direito a duas horas de banho de sol, mas não no pátio junto com os outros. Neste período de adaptação, ele não recebe visitas, a não ser dos advogados. Na unidade, os internos são monitorados 24 horas por dia por sistema de conta com ao menos 200 câmeras.

A transferência para o presídio federal foi tomada em acordo entre a juíza federal Patrícia Alencar, que ouviu Adélio ontem, sexta-feira (7), em audiência, o MPF (Ministério Público Federal) e a defesa do agressor.

O homem passou a noite em um centro de detenção provisória em Juiz de Fora e, antes, havia sido novamente interrogado na corporação. O objetivo era saber se ele agiu sozinho, como alega, ou a mando de algum grupo.

Caso - Bolsonaro era carregado durante uma caminhada de campanha eleitoral na cidade mineira, quando foi esfaqueado na barriga.

A informação mais recente é de que o presidenciável está estável e consciente. Após os primeiros atendimentos, já após cirurgia, Jair foi transferido para o Hospital Albert Einsten, em São Paulo (SP).

Comboio do Depen deixa o aeroporto com o preso (Foto: Kísie Ainoã)Comboio do Depen deixa o aeroporto com o preso (Foto: Kísie Ainoã)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions