A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

17/07/2010 14:34

Alunos da Paulistec vão receber reembolso até dia 31

Redação

Os alunos que procuraram o Procon/MS e abriram processo contra a escola Paulistec, que vendia diplomas falsos, devem receber o cheque com valor do reembolso até o dia 31 de julho.

Nesta semana, a justiça autorizou a emissão de lâminas de cheque pelo banco Bradesco para o pagamento dos credores que procuraram o órgão de defesa do consumidor.

De acordo com o coordenador do Procon, Alexandre Monteiro Rezende, na última terça-feira a justiça autorizou a liberação de 460 lâminas de cheques para a restituição aos ex-alunos.

O dinheiro virá de uma conta, com o valor de R$ 1,8 milhão, que foi bloqueada pela justiça. "O Procon enviou os documentos para o banco Bradesco na quarta-feira, mas a agência é em Guarulhos e tem um prazo para a liberação das lâminas de cheque", explica.

Há a possibilidade de o pagamento de reembolso já ter início nas audiências do próximo sábado. Contudo, a data oficial é 31 de julho. O Procon já realizou 180 audiências com ex-alunos da Paulistec. As audiências acontecerão até o fim do mês de agosto, num total de 500 processos. Ao custo de R$ 450 e R$ 780, os alunos obtinham diplomas de ensino fundamental e médio.

Para entrar com processo, o ex-aluno deve procurar atendimento no Procon de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 18h. O órgão fica localizado na rua 13 de Junho, 930, no Centro de Campo Grande.

A Paulistec, que funcionava na rua 13 de Maio, em Campo Grande, foi fechada no dia 31 de maio pela Decon (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo). A denúncia partiu de alunos que tiveram seus diplomas recusados após passarem em concursos públicos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions