A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

14/02/2017 11:03

Alunos de escolas integrais são recebidos por estudantes de Pernambuco

Ação faz parte da acolhida e apresentação do programa "Escola da Autoria"

Yarima Mecchi
Alunos de escolas integrais são recebidos por estudantes de Pernambuco

Os alunos de 12 das 44 escolas de tempo integral do Estado estão sendo recebidos por estudantes de Pernambuco que já concluíram o ensino médio. A ação faz parte da acolhida e apresentação do programa "Escola da Autoria", desenvolvido nas unidades tendo como foco o protagonismo juvenil.

Na manhã desta terça-feira (14), os 400 alunos da Escola Estadual Amélio Carvalho de Baís, no Coophatrabalho, em Campo Grande, receberam as orientações e palestras de técnicos do ICE (Instituto de Corresponsabilidade em Educação) e estudantes protagonistas de Pernambuco, estado onde o modelo foi inicialmente implantado e é referência.

"Ninguém nunca parou para perguntar o que a gente quer, quais eram as nossa qualidades. Com esse projeto você se enxerga melhor e colocar metas", disse a estudante Roberta de Rossi Oliveira de Souza, 15 anos, e vai cursar o primeiro ano do ensino médio.


Nos últimos dez anos, o estado da região nordeste reduziu os índices de evasão escolar e atualmente é o líder do ranking nacional, com apenas 3,5% de evasão, contra cerca de 26% no Mato Grosso do Sul.


Para a coordenadora da equipe implantadora do Estado, Dayse Alves, o programa traz desenvolvimento intelectual, físico, emocional, social e cultural dos alunos, famílias e educadores.


"Toda definição do protagonismos juvenil, do projeto de vida, é mais voltada para o jovem que está na sequência do ensino médio e terminando ele precisa seguir estudando ou ir trabalhar. O protagonismo juvenil é trabalhar o aluno para ele seguir em frente", destacou.

Ex-alunos de Pernambuco, Renny  (à esqueda), Gerson (ao centro) e Eliabe (à direita). (Foto: Marcos Ermínio)Ex-alunos de Pernambuco, Renny (à esqueda), Gerson (ao centro) e Eliabe (à direita). (Foto: Marcos Ermínio)

Com um filho de 15 anos, Tatiane Rodrigues, de 35 anos, disse que o filho estuda em escola de tempo integral para não ficar na rua. "Ele ainda não consegue o primeiro emprego, então é melhor ficar na escola. Eu estudei a vida toda aqui e sei que a escola é boa", destacou.

Pernambuco - Os ex-alunos do programa que cursaram o ensino médio em Pernambuco, Eliabe Carlos, Gerson Andrade e Renny Valença destacam que o intuito da acolhida é mostrar para os estudantes que eles são capazes de realizarem seus sonhos.

"Nós estimulamos os sonhos deles, fazemos com que eles acreditem que são capazes e priorizando as metas eles conseguem", disse Gerson.

Eles ressaltam ainda a importância do jovem ser ouvido e com isso externar os planos para o futuro.

"Nós também ouvimos eles e nos adaptamos conforme os sonhos que eles tem para conversar. Muitos tem sonho de ir à praia o que para nós é natural, moramos onde tem praia e com isso nos adaptamos a realidade deles", afirmou Eliabe.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions