ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 25º

Cidades

Após campanhas, Hospital do Câncer retoma média mensal de doações

Leonardo Rocha | 20/12/2013 13:31
Carlos Coimbra ressaltou que hospital voltou a ter credibilidade com a população (Foto: Arquivo)
Carlos Coimbra ressaltou que hospital voltou a ter credibilidade com a população (Foto: Arquivo)

O diretor-presidente do Hospital do Câncer, Carlos Coimbra, afirmou que após campanhas e divulgação do novo trabalho exercido na entidade, as doações que tiveram queda de até 40% na época dos escândalos de corrupção, retornaram a média mensal do passado.

“Antes dos escândalos tínhamos uma média mensal de R$ 210 mil em doações, hoje já chegamos a R$ 207 mil, para nós foi uma conquista de credibilidade inestimável”, apontou ele.

Coimbra ressalta que antes o hospital tinha 60 funcionários disponíveis para fazer o trabalho de telemarketing, hoje são apenas 35 e já conseguiram chegar ao mesmo patamar.

“Não diminuímos os funcionários, eles apenas foram repassados para outras áreas, porém tivemos os mesmos resultados”, avaliou ele.

Emendas – Coimbra ponderou que o hospital conseguirá pagar as dívidas e cobrir um déficit financeiro mensal de R$ 300 mil, com emendas de deputados federais e estaduais que serão repassadas em 2014.

O senador Rubens Figueiró (PSDB) irá repassar em emendas R$ 500 mil, o deputado Geraldo Resende (PMDB) R$ 200 mil, além de emendas de Antônio Carlos Biffi (PT) no valor de R$ 1 milhão e do deputado estadual Jerson Domingos (PMDB) com aporte de R$ 400 mil.

“Tivemos esta ajuda e contribuição que irá nos tirar do vermelho, ainda vamos pedir uma contribuição da prefeitura no valor de R$ 300 mil para pagamento do 13° salário dos funcionários”, revelou o diretor-presidente.

Nos siga no Google Notícias