A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2019

22/06/2016 20:32

Após cortar gastos e teleatendimento, Aneel recebe verba e retoma o serviço

Nyelder Rodrigues

Foram restabelecidos nesta segunda-feira (20) os serviços da Central de Teleatendimento da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), que ficou suspenso por 45 dias e tinha sido desativado por corte de gastos no dia 6 de maio.

De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, a volta do atendimento foi possível em razão das tratativas da diretoria da agência com o Governo Federal em restabelecer os recursos contingenciados em abril deste ano. As atividades de fiscalização e os serviços de Tecnologia da Informação também foram retomados.

Com o restabelecimento da Ouvidoria Setorial, os consumidores já podem entrar em contato com a Aneel por meio do telefone 167, chat on-line no portal www.aneel.gov.br e em agências estaduais conveniadas (no Mato Grosso do Sul, o convênio é com a Agepan), pelo telefone 0800-727-0167.

Com as suspensões, as opções para comunicação dos consumidores com a Aneel eram o formulário disponível na internet ou correspondência para a Superintendência de Mediação Administrativa, Ouvidoria Setorial e Participação Pública (SMA).

Orçamento - Para custeio de suas atividades em 2016, a Aneel estimou orçamento de R$ 200 milhões, entretanto o Governo aprovou apenas a metade do valor.

Por meio de emendas parlamentares para Ouvidoria e Fiscalização, o valor foi ampliado para R$ 120 milhões. O decreto 8.670/16 reduziu o orçamento para R$ 90 milhões, e em abril, o Decreto 8.700/16 restringiu o orçamento para R$ 44 milhões.

A Aneel foi informada na última sexta-feira (10), pelo Ministério de Minas e Energia, do descontingenciamento orçamentário para o custeio de suas atividades em 2016. Os recursos agora serão da ordem de R$ 120 milhões, valor aprovado em lei e do qual constam R$ 20 milhões de emendas parlamentares para Ouvidoria e Fiscalização.

Corte de gastos afeta teleatendimento e consumidor vai reclamar por carta
A partir desta sextga-feira (06), consumidores de energia elétrica não poderão mais fazer reclamações pelos canais de atendimento de telefone e chat ...
PF pede 90 dias para fechar inquérito sobre atentado contra Bolsonaro
A Polícia Federal (PF) pediu hoje (16) à Justiça Federal em Minas Gerais mais 90 dias para encerrar o inquérito que apura quem são os responsáveis pe...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions