A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

24/07/2009 15:39

Após escândalo na CPA, agente responde agora por fuga

Redação

Acusado de envolvimento no esquema de facilitação à fuga de presos da CPA (Colônia Penal Agrícola), o agente penitenciário Ricardo Baís Moreira responde agora a uma sindicância para apurar a fuga do preso Wellington Silva Reis, 29 anos, que escapou na tarde de sexta-feira (17/07). Reis era transferido do IPCG (Instituto Penal de Campo Grande) para a Colônia quando pulou da janela de uma Kombi em movimento, no Bairro São Francisco.

O servidor era o responsável pela remoção de detento e, por este motivo, foi aberto o procedimento para a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) averiguar se o agente facilitou ou não a fuga.

O presidente do sindicato que representa a categoria, Fernando Anunciação, explica que os servidores não devem fazer escoltas porque não têm armamento, viaturas e tampouco preparo para o procedimento.

Ele afirma que somente em caso de emergência os servidores devem fazer este serviço.

"Se fazem é erradamente. Não tem legalidade. Já denunciei isso", completa Anunciação.

Histórico

Temer veta projeto sobre negociação coletiva no serviço público
O presidente Michel Temer vetou integralmente o Projeto de Lei nº 3.831/15, aprovado pelo Congresso Nacional, que estabelecia normas para a negociaçã...
UFMS divulga edital do vestibular para ingresso em cursos de graduação
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) divulgou, nesta segunda-feira (18), edital do processo seletivo do vestibular para ingresso em cu...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions