A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

26/06/2014 19:22

Após negativa de produtores, negociação por terras retoma só depois da Copa

Lidiane Kober

Após semanas “massantes” para fechar acordo com a União no intuito de dar fim ao conflito por 15 mil hectares reivindicados por indígenas da Reserva Buriti, em Sidrolândia, os produtores ruais decidiram não aceitar a proposta do Governo Federal e vão retomar as negociações só depois da Copa do Mundo de Futebol.

“Foram semanas massantes, vamos dar um tempo e as negociações só serão retomadas após a Copa”, informou o advogado dos fazendeiros, Newley Amarilla. O governo oferece R$ 80 milhões às terras, mas os produtores cobram R$ 124 milhões.

Para fechar negócio e receber o pagamento no ano que vem, obrigatoriamente o acordo precisaria ser selado até 30 de junho, último prazo para a União emitir precatórios. As negociações vão completar um ano em 31 de julho.

“Melhor fazer um acordo com calma do que fazer tudo na pressa, precisamos de mais tempo para fechar consenso”, frisou Newley. “Agora, só não vai ser possível receber o valor no ano que vem, mas isso não nos preocupa, porque o montante será corrigido monetariamente e acrescido de juros”, explicou.

Sem consenso, produtores não fecham acordo e impasse por terras segue
Sem consenso, proprietários de 15 mil hectares reivindicados por indígenas da Reserva Buriti, em Sidrolândia, não fecharam acordo com o Governo Feder...
Produtores devem bater martelo hoje e fechar venda de terras à União
Os proprietários de 15 mil hectares reivindicados por indígenas da Reserva Buriti, em Sidrolândia, devem bater o martelo hoje (24) e fechar a venda d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions