A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

25/06/2014 15:13

Produtores devem bater martelo hoje e fechar venda de terras à União

Lidiane Kober

Os proprietários de 15 mil hectares reivindicados por indígenas da Reserva Buriti, em Sidrolândia, devem bater o martelo hoje (24) e fechar a venda das terras ao Governo Federal. A informação partiu do advogado dos fazendeiros, Newley Amarilla.

“Estamos fazendo a discussão toda via e-mail direto com o corpo técnico do Ministério da Justiça e ainda hoje queremos encerrar o debate ou para o sim ou para o não”, disse o advogado ao Campo Grande News.

Segundo ele, os proprietários não querem mais protelar a discussão, que começou em 31 de julho do ano passado. “Estamos nesta conversa a bastante tempo, está muito massante, cansou todo mundo”, comentou Newley.

Apesar da pressa, ele afastou ter data marcada para o fim das negociações. “Não estamos vinculados a prazo”, garantiu. “O pagamento será pela emissão de precatórios”, completou.

Segundo o presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Chico Maia, para efetivar a venda das terras, ainda este ano, a negociação precisaria obrigatoriamente encerrar até 27 de junho, supostamente último prazo da União para emitir títulos do Tesouro a fim de pagar pelas terras dos fazendeiros.

“Então acredito que se não resolver esse mês, não resolve mais e o debate só retomará em 2015”, analisou Chico. Conforme ele, “as partes estão conversando”. “O que estava pegando é diferença de valores. A união quer pagar R$ 80 milhões e o produtores rurais cobram R$ 125 milhões”, frisou.

Para o presidente da Acrissul, a tendência é de fechar acordo e “discutir judicialmente a diferença dos valores”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions