A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

10/01/2010 12:16

Aprovação de aposentadoria a procurador não foi unânime

Redação

A concessão da aposentadoria do procurador de Justiça Carlos Alberto Zeolla não foi aprovado por unanimidade no Colégio de Procuradores, composto por 31 membros. A informação consta do processo publicado na semana passada no Diário Oficial da Justiça de Mato Grosso do Sul.

Conforme o extrato, a concessão da aposentadoria compulsória, com proventos integrais, foi por maioria. O relator do processo foi o procurador Hudson Shiguer Kinashi.

Zeolla é acusado de ter matado a tiros o sobrinho, Cláudio Alexander Joaquim Zeolla, em março deste ano. Ele está preso desde o dia 3 de março. Atualmente, está detido, mas sem acompanhamento da polícia, numa clínica psiquiátrica.

Ele ainda será julgado pelo

UFMS divulga edital do vestibular para ingresso em cursos de graduação
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) divulgou, nesta segunda-feira (18), edital do processo seletivo do vestibular para ingresso em cu...
IFMS oferece 200 vagas para cursos técnicos e inscrições findam em janeiro
Interessados em realizar cursos técnicos podem participar de seleção no IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul). São oferecidas 200 vagas na m...
Aplicativo enviará à CGU denúncias de agressão e discriminação a pessoas LGBTI+
O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União recebe, a partir de hoje (18), denúncias feitas pelo aplicativo TODXS, relativas à discr...
TSE: regras eleitorais deixam dúvidas sobre fake news e autofinanciamento
O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou hoje (18), por unanimidade, as 10 resoluções que irão regular as eleições de 2018, mas ainda ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions