A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

25/08/2015 19:24

Atendendo mais de 3,5 mil crianças, projeto de judô gradua mais uma turma

Renata Volpe Haddad
60 alunos da Escola Estadual Professora Zélia Quevedo Chaves, graduaram no judô na noite de ontem (24). (Foto: Divulgação)60 alunos da Escola Estadual Professora Zélia Quevedo Chaves, graduaram no judô na noite de ontem (24). (Foto: Divulgação)

Através projeto social Judô Nota Dez, foram graduados na noite de ontem (24), 60 alunos da Escola Estadual Professora Zélia Quevedo Chaves. Localizado em 41 polos e em 18 municípios de Mato Grosso do Sul, o projeto atende mais de 3,5 mil crianças.

Os kimonos são doados pelo projeto social e os professores de judô, formados em educação física, realizam periodicamente reuniões com os pais.

A professora de judô, Neide Fidélis de Souza, afirmou que a prática do esporte gera resultados positivos na vida dos alunos, já que para participar do Judô Nota Dez eles devem ter boas notas, comportamento exemplar e frequência nas aulas. “Os alunos procuram ser responsáveis e dedicados. Isso reflete em um bom treinamento durante as atividades do judô e em boas notas no final do semestre”, destaca.

Idealizador do projeto social, o deputado estadual Marcio Fernandes (PtdoB), esteve no polo projeto +1, para entrega os certificados dos exames, acompanhado pelo coordenador do Projeto em Campo Grande e no interior do Estado, Carlos Antônio Rocha.

Durante conversa com os pais e os judocas, o deputado comentou sobre sua experiência no esporte e a mudança comportamental que o judô promove. “Comecei a praticar o esporte aos 5 anos até conquistar a faixa preta. Sei o quanto o judô é importante na formação e no caráter do ser humano e, com certeza, os benefícios que já podem notar na vida dos seus filhos”, alegou Marcio Fernandes.

Projeto atende mais de 3,5 mil crianças em 18 municípios de MS. (Foto: Divulgação)Projeto atende mais de 3,5 mil crianças em 18 municípios de MS. (Foto: Divulgação)

As filhas da funcionária pública, Simone Costa Andrade, praticam judô há cinco anos e Simone conta que colocou Giovana e Ana Carla no Judô Nota Dez e que não se arrepende. “Minhas meninas praticam o esporte faz 5 anos e eu percebo claramente a diferença de quando ficavam em casa para o momento em que viraram atletas. É uma oportunidade maravilhosa”, garantiu.

Orgulhoso da troca de faixa da filha Larissa, o representante comercial, Marcos Alves, agradeceu ao Projeto Judô Nota Dez a possibilidade de praticar um esporte que traz aprendizado, disciplina e concentração aos alunos. “A graduação é um estímulo pra ela que pretende continuar lutando e pra mim que acompanho essa evolução. Estou muito feliz e orgulhoso”, concluiu.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions