A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

24/03/2010 17:49

Avó, tio e mãe vão reforçar acusação contra jornalista

Redação

O MPE (Ministério Público Estadual) ganhou um reforço de peso na acusação contra o jornalista Agnaldo Ferreira Gonçalves, 60 anos, acusado de matar um menino de dois anos e balear seu avô numa briga de trânsito em 18 de novembro do ano passado. Ele poderá ir a júri popular e ser condenado até a 30 anos de reclusão em regime fechado.

Gonçalves é réu por homicídio pelo assassinato de Rogério Mendonça, 2 anos, e de tentativa de homicídio contra seu avô, João Afonso Pedra. O crime aconteceu após o jornalista brigar no centro da Capital com o tio do menino, Aldemir Pedra Neto.

A Justiça marcou os depoimentos para o dia 9 de abril deste ano. Na segunda-feira passada, o juiz deferiu o pedido para o avô, João Afonso, o tio, Aldemir, e a mãe do menino, Ariana de Mendonça Pedra da Silva, atuarem como assistentes de acusação de Agnaldo Ferreira Gonçalves.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions