A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

31/12/2009 10:18

Retrospectiva: A rivalidade entre gangues e suas vítimas

Redação

Em 2009, muitos adolescentes e jovens morreram. Em 2009, muitos adolescentes e jovens mataram. Este pode ser o resumo dos diversos assassinatos ocorridos ano passado em Campo Grande. A maioria dos casos tem relação com a briga de gangues, situação que fica cada vez mais evidente conforme os crimes vão sendo desvendados.

"As brigas entre gangues acontecem porque uma não pode entrar na área da outra. Os garotos de uma não podem se envolver com as meninas que moram na área da outra. Há disputa por ponto de drogas", explica o delegado Márcio Obara, da 5ª Delegacia de Polícia Civil, responsável por uma das áreas mais violentas da cidade: Los Angeles e Aero Rancho.

Além de confrontos entre gangues do mesmo bairro ou região, há aqueles em que grupos de diferentes localidades se encontram e acabam brigando por motivos fúteis: seja a disputa por uma garota, por droga ou bebida e até mesmo pela demonstração de poder. "O que eles querem é a auto-afirmação", diz o delegado.

De perto - Preso suspeito de homicídio no Los Angeles, Fernando Gregório dos Anjos da Silva, de 21 anos, cresceu no bairro e credita a violência no local à rivalidade entre as gangues. "O Los Angeles é o mesmo bairro, mas dividido. Minha mãe mora em cima e não posso visitar ela. Se virem a gente lá eles atiram", revela.

Questionado sobre quem comanda as divisões, ele diz que não sabe ao certo, apenas ouve falar dos nomes de chefes das gangues. Fernando alega desconhecer também a origem dos conflitos no bairro. "Já cresci sabendo disso. Isso vem das brigas dos mais antigos", diz.

Apesar de reconhecer a falta de segurança na região, por conta da ação dos criminosos, Fernando acredita que é possível reverter essa situação se houver investimento nos adolescentes dos bairros.

"A maioria dos jovens está na periferia. Precisa fazer alguma coisa para os moleques que estão crescendo terem um ambiente saudável", aponta.

Fernando está preso desde o dia 28 deste mês, pela participação em um homicídio ocorrido no dia 29 de novembro deste ano, resultado de uma rixa entre as gangues da parte 'de cima' e 'de baixo' Jardim do Los Angeles.

Entre os confrontos entre gangues que tiveram bastante repercussão estão a morte de Márcio Junio Tomiatti, 17 anos, no dia 26 de agosto; a de Nicholas Barbosa Cesco, de 16 anos, espancado na madrugada do dia 15 de novembro; e de Alexander Marcos Leite, 15 anos, morto dia 7 de dezembro.

Morte durante show - Márcio Junior Tomiatti participava do show do Luan Santana, no Parque das Nações Indígenas, quando houve uma briga generalizada e ele acabou atingido por golpes de canivete e morreu na Santa Casa.

Testemunhas relataram em juízo que a briga começou quando adolescentes tentaram paquerar uma menina de 13 anos do Jardim Futurista. A garota se negou e foi agredida por rapazes que se aproximaram dizendo "

Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...
STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...
UFGD oferece vagas em 36 cursos de graduação pelo Sisu
A UFGD (Universidade da Grande Dourados) está ofertando 944 vagas em 36 cursos de graduação para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada). As inscrições...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions