A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

07/10/2009 17:19

Bancários dão picolés para "quebrar gelo" em negociação

Redação

Bancários fizeram hoje à tarde uma manifestação na região Central de Campo Grande. Eles distribuíram picolés aos clientes e panfletos com os valores do lucro obtido pelos banqueiros.

"Estamos fortalecendo a greve para quebrar o gelo", disse o presidente do sindicato que representa a categoria, Clementino Pereira. A mobilização teve início na agência da Caixa Econômica Federal, localizada no cruzamento das Ruas 13 de Maio e Marechal Cândido Rondon, no Centro.

Cerca de 50 bancários partciparam da entrega de 500 picolés. Uma banda também foi levada ao local.

Nem a chuva atrapalhou a mobilização. Da primeira agência, eles foram para a do Bradesco, no mesmo cruzamento. Os bancários entraram no banco e continuaram com a música.

Segundo o presidente do sindicato, a greve entra hoje no 14º dia sem avanço nas negociações. Ele afirma que o movimento conta com o apoio da população.

Pereira ressalta que algumas pessoas chegaram a sugerir que tentassem reivincar o aumento de outra maneira, no entanto, quando são questionadas acerca de outras formas, não sabem.

O sindicalista ressalta que, desde o início da greve, idosos e aposentados tiveram prioridade no atendimento. Ele enfatiza que os clientes podem fazer movimentações bancárias via internet ou nos terminais de auto atendimento.

A estudante Adriana Oliveira, 27 anos, estava no carro e, quando viu que os bancários distribuíam picolés, desceu para pegar o dela. Para a jovem, que soube do motivo da greve no local, a manifestação é justa.

Pereira afirma que a manifestação feita hoje também tinha como objetivo conscientizar os clientes em relação à greve. Os bancários reivindicam 10% de reajuste salarial e a única oferta feita à categoria não passa de 4,5%.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions