A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017

24/08/2017 22:30

Banco estuda financiar pesquisas para avaliar impactos do corredor

Nyelder Rodrigues e Osvaldo Junior
Banco estuda financiar pesquisas para avaliar impactos do corredor
Corredor envolve Brasil, Paraguai, Argentina e Chile (Foto: Divulgação)Corredor envolve Brasil, Paraguai, Argentina e Chile (Foto: Divulgação)

O CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina) deverá financiar pesquisas em universidades para avaliar os impactos sociais que a implementação do Corredor Bioceânico podem causar nas cidades que estiverem na rota. A informação foi dada pelo diretor-representante do CAF no Brasil, Victor Rico Frontaura.

Frontaura foi um dos participantes do lançamento da expedição do Rila (Rota de Integração Latino-Americana), que vai percorrer os 4.440 km de Campo Grande até o norte do Chile.

Os participantes, entre eles o Campo Grande News, farão o mesmo caminho que faz parte da rota que dará ao Mato Grosso do Sul acesso ao oceano Pacífico e mais competitividade perante mercados, como os da Ásia.

A ideia é que tais estudos auxiliem o Poder Público a suprir as necessidades das regiões que estarão no Corredor Bioceânico, evitando efeitos negativos do projeto que visa o desenvolvimento econômico.

Como já antecipou o ministro-coordenador de Assuntos Econômicos para a América do Sul do Ministério de Relações Exteriores, João Carlos Parkinson de Castro, esse deve ser o caso de Porto Murtinho.

Porém, a iniciativa ainda está em fase embrionária e há poucos detalhes sobre as verbas disponíveis e como será feita a seleção de pesquisadores e distribuição do recurso."Estamos ainda negociando", complementa Victor Frontaura.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions