A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

14/07/2008 07:01

Bandeira 2 em táxis pode cair e baratear a corrida

Redação

Os taxistas de Campo Grande defendem o fim da bandeira 2 para estimular o uso de táxis e garantir o cumprimento da Lei Seca, que veta condução de veículos por pessoas que tenham ingerido bebidas alcoólicas.

Se isso se concretizar o serviço vai ficar 20% mais barato nos fins de semana e madrugada. O presidente do Sintáxi, Waltrudes Lopes, diz que esta semana vai procurar o prefeito, Nelson Trad Filho, para discutir a possibilidade.

Os taxistas precisam do aval da prefeitura para mudar as regras de cobrança, uma vez que o serviço é regulado pelo município. Hoje, afirma Waltrudes, quem for flagrado cobrando bandeira 1 nos horários de bandeira 2 é multado por concorrência desleal.

A bandeira 2 é cobrada entre 22 horas e 6 horas, de 13 horas de sábado às 6 horas de segunda-feira, como uma espécie de hora-extra, por conta do plantão e também quando há mais de três passageiros, quando o consumo de combustível pelo veículo aumenta. O valor normal da corrida é de R$ 2,00 e com a bandeira 2 sobe a R$ 2,40. Em 15 quilômetros o consumidor poderá economizar R$ 6,00 com o fim da bandeira 2.

A Abrasel (Associação dos Bares e Restaurantes) informou que com a Lei Seca o movimento chegou a cair em 50% nos bares e que iria procurar o Sintáxi para discutir uma solução. Antes disso, a entidade já está propondo o fim da bandeira 2.

A proposta é uma forma de aumentar a clientela e garantir que outros meios alternativos de transporte, não licenciados, tomem o lugar dos táxis nas portas de bares e restaurantes.

A Lei seca já proporcionou aumento de 15% nas corridas dos táxis, segundo Waltrudes. Porém, segundo ele, o potencial de crescimento do setor é bem maior, já que há veículo que opera com capacidade ociosa. Para ele, há também uma questão cultural que precisa ser revista.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions