A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

01/11/2013 16:07

Bernal veta socorro de R$ 18 milhões à Santa Casa de Campo Grande

Edivaldo Bitencourt e Zana Zaidan

O prefeito Alcides Bernal (PP) quer vetar o socorro de R$ 18 milhões que o Ministério da Saúde anunciou, ontem (31), para a Santa Casa de Campo Grande. O recurso, que totaliza R$ 1,7 bilhão em todo o País, foi anunciado pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

Segundo o presidente da Santa Casa, Wilson Teslenco, a instituição da Capital corre o risco de ficar sem do dinheiro porque o prefeito quer usar o dinheiro em outra finalidade. Com o repasse, o aumento no repasse do hospital passa de R$ 14,2 milhões para R$ 15,7 milhões por mês.

A relação entre a Santa Casa e Bernal não é boa desde a posse do atual prefeito. Segundo o dirigente do hospital, só houve uma conversa em 10 meses e ainda de forma superficial. Nem o aval para o empréstimo de R$ 80 milhões, que pode tirar o hospital de uma crise crônica, o município deu e o pedido de financiamento segue parado na Caixa Econômica Federal.

Nesta sexta-feira, Teslenco convocou coletiva para denunciar o suposto plano do secretário municipal de Saúde, Ivandro Fonseca, e do prefeito. Se não quitar as dívidas em tributos federais, que somam R$ 45 milhões e não são pagas há um ano, a Santa Casa perde a ajuda do Governo federal para diminuir o endividamento.

“A Prefeitura deixa as portas fechadas para conversas com a Santa Casa”, afirmou o presidente do estabelecimento hospitalar. A instituição tem que quitar a primeira parcela do débito até o dia 20 deste mês e até fevereiro para se habilitar junto ao Ministério da Saúde para ser contemplada pelo socorro.

A grave crise da Santa Casa compromete todo o sistema público de saúde do Estado, já que o hospital é o maior do Centro-Oeste e recebe a maior parte da demanda de traumas e casos de alta complexidade.

O hospital chegou a ficar sob intervenção da prefeitura por oito anos, entre janeiro de 2005 e maio deste ano.

Santa Casa receberá R$ 18 milhões para ampliar atendimento e quitar dívidas
Para fortalecer a atuação dos hospitais filantrópicos e Santas Casas na assistência a pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde), o Ministério da Saúd...
Prefeitura ‘dá o braço a torcer’ e vai pagar dívida da Santa Casa
A Prefeitura de Campo Grande seguiu exemplo do Governo de Mato Grosso do Sul e vai pagar metade da dívida de R$ 80 milhões da Santa Casa de Campo Gra...
Ministério libera R$ 11 milhões e Santa Casa irá reformar CTI
Por meio de convênio firmado com o Ministério da Saúde, a Santa Casa de Campo Grande viabilizou R$ 11 milhões e prevê, até o final de outubro, o iníc...


QUANDO A SANTA CASA CORTAR A FARRA DOS MEDICOS, QUE UNS CHEGAM A GANHAR MAIS DE 70 MIL POR MES. QUANDO DEMITIR ALGUNS GERENTES INCOMPETENTES QUE LA ESTÃO, QUE SAIRAM SEI LA DE ONDE, COMO NO FATURAMENTO, COITADOS DOS FUNCIONÁRIOS!!! SÓ FALTA SEREM CHIBATADOS.... QUEM SABE AS COISAS MUDAM. QUANDO SE ACHA QUE A SANTA CASA VAI SAIR DO BURACO, APARECE ESTAS BENÇÃOS. COITADO DO PRESIDENTE...... TA IGUAL O PREFEITO.... MAL ASSESSORADO!!!
 
INDIANARA MENDES em 18/11/2013 15:37:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions