A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

06/07/2010 16:15

Bombeiro acusado de tráfico volta para Presídio Militar

Redação

Decisão de hoje da 1ª Turma Criminal do TJ (Tribunal de Justiça) de Mato Grosso do Sul determinou a transferência para o Presídio Militar do bombeiro Daniel Gomes da Silva, preso por tráfico de drogas.

A defesa dele solicitou a transferência num pedido de habeas corpus, no qual alega que Daniel estava sofrendo constrangimento ilegal porque a Auditoria Militar determinou sua transferência para o Instituto Penal de Campo Grande, afrontando o direito de prisão especial em quartel ou unidade militar.

A liminar solicitada no habeas corpus havia sido indeferida e a Procuradoria-Geral de Justiça também havia opinado contra o pedido.

O cabo do Corpo de Bombeiros foi preso em flagrante pela Polícia Federal de Corumbá por tráfico internacional de drogas, sendo, inicialmente recolhido para o Presídio Militar Estadual. Posteriormente, foi autorizada a realização de tratamento de saúde no Hospital Nossa Lar.

Quando estava submetido a tratamento, o paciente teria falsificado autorização de saída temporária e novamente praticado o crime de tráfico, razão pela qual foi novamente autuado em flagrante.

Diante disso, a Auditoria alegou que o bombeiro não tem perfil militar e apresenta desvios de conduta que podem influenciar os demais internos. Por essa razão, o Comandante da Companhia Independente de Polícia Militar de Guarda e Escolta requereu a transferência para o setor de ex-militares do Instituto Penal de Campo Grande, que foi acolhido.

A relatora do processo, desembargadora Marilza Lúcia Fortes, acatou o argumento da defesa. "O paciente, que, como dito, é cabo da ativa do Corpo de Bombeiros Militar, possui a prerrogativa de ser recolhido em Estabelecimento Penal Militar, a qual está prevista tanto no âmbito federal, no art. 73 da Lei n° 6.880/80, quanto na esfera estadual no art. 70 da Lei Complementar nº 53/90", elencou.

A magistrada foi acompanhada na decisão pelos demais membros da 1ª Turma Criminal que participaram do julgamento, Dorival Moreira e João Batista da Costa Marques.

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions