A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

25/04/2008 16:17

Cadastro nacional vai administrar processos de adoção

Redação

A partir de julho, começa operar o CNA (Cadastro Nacional de Adoção) que tem como objetivo uniformizar as informações sobre adoção no País. Pelo cadastro será possível, ainda, fazer um diagnóstico sobre as adoções e agilizar os processos. A ferramenta será lançada pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) na terça-feira, dia 29.

O cadastro será implantado nas varas da Infância e da Adolescência até julho e todos os dados estarão inseridos no sistema em até seis meses. No cadastro estarão informações sobre o número de crianças e adolescentes sob a tutela do Estado, quantidade e localização de pretendentes habilitados em todas as regiões, perfis completos e dados sobre abrigos.

Por meio das informações, serão feitos cruzamentos de dados para facilitar os processos de adoção. A meta é deixar os processos mais ágeis. Como acontece em nível regional, o cadastro tem caráter sigiloso e somente os juízes vão ter acesso amplo às informações. A administração vai ficar por conta do CNJ.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions