A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018

25/04/2008 16:17

Cadastro nacional vai administrar processos de adoção

Redação

A partir de julho, começa operar o CNA (Cadastro Nacional de Adoção) que tem como objetivo uniformizar as informações sobre adoção no País. Pelo cadastro será possível, ainda, fazer um diagnóstico sobre as adoções e agilizar os processos. A ferramenta será lançada pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) na terça-feira, dia 29.

O cadastro será implantado nas varas da Infância e da Adolescência até julho e todos os dados estarão inseridos no sistema em até seis meses. No cadastro estarão informações sobre o número de crianças e adolescentes sob a tutela do Estado, quantidade e localização de pretendentes habilitados em todas as regiões, perfis completos e dados sobre abrigos.

Por meio das informações, serão feitos cruzamentos de dados para facilitar os processos de adoção. A meta é deixar os processos mais ágeis. Como acontece em nível regional, o cadastro tem caráter sigiloso e somente os juízes vão ter acesso amplo às informações. A administração vai ficar por conta do CNJ.

Motoristas envolvidos em contrabando terão habilitação cassada
O motorista que for condenado por dirigir veículo usado para receptação, descaminho ou contrabando de mercadorias terá sua carteira de habilitação ca...
STF decide que Ministério Público pode cobrar multas de ações penais
O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (13) que o Ministério Público tem competência para ajuizar ações de cobrança de multas definidas em con...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions