A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

05/11/2010 09:02

Caixa de som é febre entre jovens e tormento nos ônibus

Redação

Para a doméstica Maria Vicente, 54 anos, o ônibus coletivo urbano virou ambiente ainda mais estressante. Na porta do coletivo, um grupo de estudantes se aglomera ouvindo música alta. "Incomoda bastante", reclama.

O som vem de um aparelho que é febre entre os jovens. De várias formas, tamanhos e cores, aparelhos de som portáteis com entrada USB são usados aos montes. As músicas são baixadas da internet e salvas em pen drives que são conectados no aparelho.

No grupo de alunos, cada garoto tinha um aparelho, tocando seu estilo musical. Era um grupo eclético. Músicas de estilos diferentes, mas cada um na sua vez. O som por vezes é alto.

Nesse ambiente, a doméstica exclama "Não chega a bagunça que eles fazem. Isso aí não é de ouvir dentro do ônibus".

Colega de Maria, a também doméstica Letícia da Silva, 26 anos, pega ônibus junto com a amiga sempre nesse horário e é sempre a mesma coisa. Só que para ela, o problema maior é o volume. "Se fosse baixinho tudo bem", diz Letícia.

O coletivo atravessa a cidade e as duas percorrem todo o trajeto. "Em casa eu concordo, mas no ônibus não", opina Maria.

Incomodada com o barulho, ela diz que pede para que os estudantes abaixem o volume.

Atitude diferente da maior parte das pessoas que também estavam ao redor do grupo que ouvia som. Geise dos Santos, 21, vendedora, se classifica como uma pessoa pacata e tem observado a nova febre da garotada. "

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions