A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018

29/06/2011 18:17

Câmara dos Deputados promove seminário de combate a drogas em MS

Débora Diniz, de Brasília

Evento acontecerá em Corumbá, com o objetivo de apontar diretrizes para política nacional

Corumbá vai sediar o Seminário Estadual de Políticas Públicas de Combate a Drogas. Promovido pela Comissão Especial de Combate ao Crack e outras Drogas Ilícitas da Câmara dos Deputados, o evento será aberto na sexta-feira, com a participação de diversas entidades e parlamentares ligados ao tema. A cidade foi estrategicamente escolhida por estar localizada na fronteira com o Paraguai e a Bolívia.

A seminário será coordenado pelos deputados Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS) e Fabio Trad (PMDB-MS). São esperados representantes de outros países da América do Sul.

As discussões, que vão até sábado, serão baseadas em cinco eixos, com a expectativa de que, ao final do evento, apontem diretrizes para uma política nacional de prevenção, atenção e repressão.

Um dos eixos que nortearão os debates é o da prevenção, tendo como palestrantes o promotor Sergio Harfouche, do Ministério Público de Mato Grosso do Sul, e Silvia Lopes Otácio, superintendente da Política de Assistência Social da Secretaria de Estado de Trabalho.

Outro foco será acolhimento e tratamento, com palestras da psicóloga Silvia Freire e do presidente da Associação Sul Matogrossense de Psiquiatria, Cleber Meneguel Vargas. Mandetta considera o Estado omisso, especialmente pela escassez de tratamentos custeados pelo poder público. Hoje, estima-se que 5% da população seja usuária de algum tipo de drogas. Mas não há estrutura para atender aqueles que querem abandonar o vício.

O terceiro eixo será o da reinserção social. Para abordá-lo, foram convidados o superintendente do Unei/MS, Hilton Vilasanti, e a psicóloga Maria Tereza, do Conselho Municipal do Direito da Criança e do Adolescente, além da secretária Municipal de Assistência Social, Cidadania e Trabalho de Ladário, Genise Assad de Paula.

“Entendemos que o problema está além da capacidade da família resolver”, justifica Mandetta. Diante dessa constatação, a Câmara espera tirar do evento ações capazes de aumentar a conscientização sobre os efeitos devastadores das drogas.

O quarto eixo será o da repressão. Estão programadas palestras de Valter Aparecido Favaro, superintendente da Polícia Rodoviária Federal, e do secretário estadual de Segurança, André Matsushita Gonçalves. Completa o programa o eixo legislação, com palestras de Anderson Royer, juiz da 1ª Vara Criminal de Corumbá, e de Gustavo Bueno, delegado Chefe da Polícia Civil de Ladário.

“Nossa expectativa é a melhor possível, pois, em virtude da fronteira seca com a Bolívia e o Paraguai, Mato Grosso do Sul poderá fornecer subsídios importantes no que se relaciona à prevenção, repressão e mudanças na legislação”, destaca Fabio Trad.

Técnicos da Câmara já estão em Mato Grosso do Sul para cuidar dos últimos detalhes do evento. O governador André Puccinelli e o prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, são esperados na abertura. Autoridades do município anfitrião também estarão presentes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions