A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

24/11/2011 14:44

Camisinha: Câmara mantém veto e ainda reforça proibição em escola

Edmir Conceição e Wendell Reis

Nova lei aprovada pelos vereadores de Campo Grande prevê multa de até R$ 2 mil para quem instalar dispensadores de preservativos em órgãos públicos

Por 14 votos a cinco os vereadores de Campo Grande mantiveram o veto do prefeito Nelsinho Trad (PMDB) ao projeto que flexibilizava a distribuição de camisinhas em escolas da rede pública. O projeto previa a disponibilização em máquinas padrões apenas mediante orientação medica para alunos de segundo grau, além de unidades de saúde.

O que causou polêmica, entretanto, foi a apresentação, quase que simultaneamente, de outro projeto subscrito pelo vereador Lídio Lopes e o presidente da Casa, Paulo Siufi, reforçando a proibição em escolas, tanto de primeiro quanto de segundo graus. O decumprimento vale multa de R$ 500 a R$ 2 mil.

O texto do artigo primeiro da lei aprovada pela Câmara diz:

"Vida vedada a instalação da máquinas dispensadoras de preservativos em órgãos municipais, bem como, na rede pública e particular de ensino do município de Campo Grande". A punição vai de advertência a cassação do alvará, passando pelas multas entre R$ 500 e R$ 2 mil, com atualização pelo IPCA-E. O prefeito Nelsinho Trad tem 30 dias para regulamentar a lei e definir como será a fiscalização.

A falta de debate em torno do novo ‘substitutivo’ gerou polêmica na Comissão de Constituição e Justiça – CCJ. Os vereadores Clemêncio Ribeiro e Loester Nunes pediram vistas, mas não foram atendidos. Os dois, e mais Athayde Nery, Marcelo Bluma e Airon Saraiva votaram contra quando o projeto também foi a plenário, onde acabou aprovado por maioria.

Pacote - Foram votados nesta quinta-feira, ainda, três dos sete projetos enviados quarta-feira para a Câmara: Projeto de Lei nº 27, que trata da concessão e exploração do transporte público na Capital; o Projeto de Lei nº 29, que cria a figura jurídica da Parceria Público Privada, que pode ajudar a Prefeitura a implantar o sistema de videomonitoramento; e o Projeto de Lei nº 28, para licitação de nova empresa de coleta de lixo.

Os demais projetos, da inspeção veicular, do IPTU, serviços ambientais e plano de carreira, considerados polêmicos, devem ir à votação nas próximas sessões.

Conselho de Psicologia aprova resolução com regra para atendimento a transexuais
Em meio à polêmica que cerca a iniciativa de psicólogos para derrubar, na Justiça, uma resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP) que proíbe o...
Temer veta projeto sobre negociação coletiva no serviço público
O presidente Michel Temer vetou integralmente o Projeto de Lei nº 3.831/15, aprovado pelo Congresso Nacional, que estabelecia normas para a negociaçã...


Estou ficando assustando com esta camara municipal. Nunca vi uma câmara arcaica como esta, cheia de fundamentalismo religioso e moralismo. Estao confundindo tudo, rotulando e engessando as pessoas. Estão acabando com a liberdade individual.

Não sou contra a religião, sou cristão, mas estao partindo para conceitos e doutrinas religiosas para definir as leis.

Muitos pastores, catolicos.. confusão!
 
Irvink Xavier de Souza em 25/11/2011 12:26:22
Distribuir camisinha é consentir o sexo não responsável. (Quem defende essa idéia no mínimo é prosmícuo e irresponsável).
Partindo da premissa maior, a escola não pode ser promíscua.
Senhores parlamentares, não permita tal absurdo!

João Luiz Mendes
 
João Luiz em 25/11/2011 12:20:21
O ANDRE TARIK FALOU TUDO!
 
moacir cafaro em 25/11/2011 11:50:30
E OUTRA, ADIANTA MUITO NÃO DISTRIBUIR CAMISINHA NA ESCOLA EM UMA CIDADE ONDE AS CRIANÇAS FAZEM FESTAS SEXUAIS NA CASA DOS PAIS, TEM SIM, QUE MUDAR O SEXO LIVRE QUE SE VÊ NA TELEVISÃO, AÍ SIM ESTAREMOS CHEGANDO EM ALGUM LUGAR, MAS NA ATUAL SITUAÇÃO QUE VIVEMOS, A DISTRIBUIÇÃO DA CAMISINHA É UMA LINHA A SE SEGUIR, SEJA ELA FEITA NAS ESCOLAS, BARES, BOATES, PONTOS DE ONIBUS E POSTOS DE SAUDE,
 
moacir cafaro em 25/11/2011 11:49:53
Desde quando bolso cheio de camisinha evita gravidez, a maquina de fornecimento só iria fortalecer mais a irresponsabilidade de alguns menores, porque irão achar que podem fazer de tudo, e não se proteger como deveriam,as meninas se perderiam mais facil, se já não bastasse o funk,com danças heroticas que até crianças dançam. com cada letra.
 
Edenilze Pereira em 25/11/2011 11:34:00
Leonardo,André,Luis,Gilberto,irvink, Voces sabem onde é um posto de Saúde ou Farmacia,ensina seu filho ou filha menor para ir buscar la, e veja se vai dar certo, se sua casa não vai encher de netinhos, e outra retirar camisinha para não usar é jogar dinheiro publico fóra, que as escolas deixem as crianças serem crianças enquanto conseguirem,ensinen o hino nacional primeiro, ninguem sabe canta-lo
 
Rosa Maria da Silva em 25/11/2011 11:18:05
Faço minhas as palavras do colega "Irvink Xavier de Souza" abaixo..
 
Bruno Nodes em 25/11/2011 11:10:24
Veja bem! coloca-se um par de patins na sala onde tem um bebe de 3 anos que ainda não sabe andar de patins mas sabe que é para colocar os pés,com certeza vai querer experimentar,o patins está ali em sua frente,facil de pegar.deve-se primeiro ensinar que sexo é com responsabilidade ,depois com o tempo eles mesmos irão procurar onde fornecem a proteção,Parabens aos vereadores da familia.
 
Roberto Malaquias em 25/11/2011 11:05:50
Educação SEXUAL também é na escola. O mais engraçado, alias o comum, é que os nobres vereadores legislam em causa propria, olhando para o seu proprio umbigo, seus dogmas e preconceitos arcaicos. Ah... é claro, quanto mais crianças nascidas é melhor...sem educação, sem estrutura familiar, sem condições de habitação, alimentação, etc...E o melhor ainda, ganham o bolsa familia...PARABENS...
 
Leonardo Pesqueira em 25/11/2011 09:24:58
Os vereadores dando sua contribuiçao para a proliferação de doenças sexualmente transmissíveis e para a continuidade dos índices alarmantes de gravidez na adolescência. Os políticos de Campo Grande seriam uma piada, se isso não fosse tão triste.
 
andre tarik em 25/11/2011 09:04:50
O autor desse projeto deve ser um desinquilibrado da vida; a EScola tem obrigação de orientar no sentido de que criança e adolescente não devem praticar sexo. Se o Menor perante a Lei não tem responsabilidade pelos seus atos, como vai ter namorada? Pode beijar e brincar mais coisa séria so de louco incentivar. A vida começa depois dos 18 anos para todos.
 
luiz alves pereira em 25/11/2011 08:40:30
Tbém parabenizo os que votaram conta a distribuição de camisinha, isto nos leva a ver que tem alguém que ainda valoriza a instituíção familia. Orintação a respeito da educação sexual e suas prevenções deve partir do seio familiar e as escolas apenas complementar, pois sou prof. e vejo que nem todos os pais aceitam vc falar com seus filhos sobre este tema devido a seus princípios de formação.
 
eliane polla em 25/11/2011 08:34:34
Com relação a primeiro e segundo graus esta terminologia está incorreta pois, desde 2007 essas duas etapas são nomeadas de séries iniciais e finais do ensino fundamental e ensino médio.
 
Márcia Maria Oliveira de Aquino em 25/11/2011 08:29:00
Pegar onibus ou andar de bicicleta, não quer dizer que não tem carro. Pegar camisinha no distribuidor da escola, não quer dizer que vai usar. Tem que se acostumar à ir buscar. Colocar camisinha e usar toca no inverno é coisa natural, é proteção. Por favor , não aprovem esta lei, a AIDS não escolhe idade.
 
Gilberto DIAS em 25/11/2011 04:15:31
Parabéns às autoridades pelo acerto,pois com a distribuição de preservativos dessa forma estaríamos banalizando o sexo na adolescência e talvez até mesmo incentivando o que não precisa de maiores impulsos do que os prórpios hormônios já fazem naturalmente. lembrem-se, com tantas situações envolvendo pessoas sem a menor condição de assumir responsabilidades:SEXO É COISA SÉRIA!!!
 
laercio souza em 24/11/2011 11:56:52
Temo a continuidade de atitudes como as atuais ...continuam transando sem preservativos. Creio que é isso que essa proibição deseja....Tudo bem!!! Deixem os jovens procriar.
 
Andre Nascimento em 24/11/2011 11:11:39
Eu entendo que nos tempos atuais o sexo está cada vez mais leviano, e creio que a camisinha seria interessante, junto com uma politica de reeducação sexual, e eu sou a favor de assim como o nosso governo fez em censurar propaganda de cigarro, que fosse feito o mesmo com o incentivo do sexo nas novelas e nas musicas. E ai sim poderíamos ficar um pouco mais tranquilo quanto a isso.
 
Eber Medeiros em 24/11/2011 10:50:40
Daqui a pouco vão instalar máquinas junto aos terminais de ônibus... aliás, já virou um shopping (compra cartão, DVDs, Chip de celular, Chipa...).
 
Andre Pereira em 24/11/2011 10:43:55
Lugares onde a camisinha deveria ser distruiba com regulamentação são nos motéis, hotéis, discoteques, boates e lupanares em geral. São lugares que as pessoas vão mais ou menos para finalidades de encontros sexuais.
 
Ezio Jose em 24/11/2011 09:41:53
Camisinha ja é distribuida em Postos de Saúde, nas escolas só pode gerar piadinhas entre alunos, e induzir menores a usalas até por curiosidade de nossos jóvens que não é pouca,Parabéns Deputado Marquinos Trad e todos que foram contrarios a essa lei,se vê que os senhores ainda concideram as familias,suas filhas e nossas filhas,Muito obrigada continuo lhe admirando muito.
 
Teresa Moura em 24/11/2011 04:09:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions