A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

10/10/2012 18:57

Campo Grande registra, por dia, 70 boletins por violência contra mulher

Gabriel Neris
Delegada afirma que somente em setembro foram registrados 252 Boletins de Ocorrência (Foto: Marlon Ganassin)Delegada afirma que somente em setembro foram registrados 252 Boletins de Ocorrência (Foto: Marlon Ganassin)

Hoje (10) é celebrado o Dia Nacional de Luta Contra a Violência à Mulher. Em Campo Grande, a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) registra 70 casos por dia.

De acordo com a delegada Roseli Molina, o mês de setembro registrou 252 Boletins de Ocorrência, além de outros 117 procedimentos. Também no mês passado 20 homens foram presos em flagrante.

A delegada explica que os casos mais frequentes são de violência física, ameaça psicológica e injúria.

Em 2011, foram feitos 6.210 boletins e até o dia 23 de setembro deste ano foram 4.228. A média de registros tem sido a mesma, segundo a delegada.

Ela diz que os homens passaram a ter mais medo da lei, já que as mulheres denunciam mais. Antes da lei Maria da Penha a média anual era de 2 mil boletins por ano. Em 2012, foram 12 tentativas de homicídios e 3 assassinados em Campo Grande.

Penas: Para lesão corporal leve a pena é de seis meses a um ano. As lesões graves podem prever detenção de dois a oito anos. Para as lesões gravíssimas a pena varia de quatro a 12 anos e no caso de homicídio é de seis a 20 anos. Nas tentativas de homicídio a pena varia de 1 a 2/3 da pena do assassinato.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions