ACOMPANHE-NOS    
MAIO, DOMINGO  22    CAMPO GRANDE 23º

Cidades

Caos na saúde é culpa da burocracia, diz secretário

Por Redação | 30/07/2008 10:24

O problema da superlotação dos hospitais de Campo Grande foi parar na sede das Promotorias da Capital. A reclamção da vez é sobre a burocracia que estaria atrapalhando a criação de 80 leitos de UTI no Estado.

Hoje pela manhã, uma reunião com os promotores do MPE (Ministério Público Estadual) Mauri Valentim Ricciotti e Sara Francisco Silva, o presidente do CRM (Conselho Regional de Medicina), Sérgio Renato de Almeida Couto, os secretários Municipal e Estadual de Saúde, Luiz Henrique Mandetta e Beatriz Dobashi, pretende definir mecanismos para sanar o caos do atendimento do SUS (Sistema

Nos siga no Google Notícias