A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

26/12/2013 16:47

“Ele está assustado”, diz pai de menino que empurrou vizinha para a morte

Bruno Chaves
Briga que terminou na morte de mulher teria começado por causa de bombinhas (Foto: Cleber Gellio)Briga que terminou na morte de mulher teria começado por causa de bombinhas (Foto: Cleber Gellio)

“Ele está bem assustado e quase não fala porque nunca aconteceu nada parecido”, diz o pai do adolescente de 16 anos que, durante uma briga, empurrou a vizinha Elza Aparecida Neide Carvalho, 44, para a morte. A empregada doméstica caiu na rua e acabou tendo o crânio esmagado por uma picape que passava pelo local.

Para o trabalhador em construção civil de 40 anos, que não quis ter a identidade revelada, a tragédia abala as duas famílias. “É um sentimento de dor. Sinto isso tanto pelo meu filho quanto pela família da vítima”, lembra.

Com a voz embargada e entristecida, o pai ainda procura entender como tudo aconteceu. Para ele, o fato foi “inusitado”. “Bem ou mal, eles foram criados juntos”, lamenta ao se lembrar que as duas famílias vizinhas dividem o mesmo muro há oito anos.

O adolescente deve ser apresentado pela família à polícia na sexta-feira (27). O pai disse que espera o melhor momento para levar o menino para prestar depoimento.

Briga – A briga que terminou na morte da empregada doméstica Elza teve início nesta quarta-feira (24) por causa de bombinhas. De acordo com o registro policial, irritada com o barulho em frente a casa ao lado, a mulher foi tirar satisfação com um grupo de jovens.

Elza teria atirado um pedaço de telha nos adolescentes e parou um motociclista para pedir ajuda. O grupo também se aproximou. Na confusão, ela empurrou um rapaz. O adolescente de 16 anos foi defender o amigo e empurrou a mulher.

Ela caiu na rua e foi atropelada por um Fiat Strada que transitava em velocidade moderada. O veículo passou por cima da cabeça de Elza. Os familiares dos envolvidos não presenciaram os acontecimentos.

O condutor da picape fugiu do local sem prestar socorro e não foi identificado. O caso foi registrado como homicídio culposo, quando não há intenção de matar. A ocorrência foi feita na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga, em Campo Grande.



Infelizmente uma vida se perde por falta de responsabilidades do adolescente de sua genitora. falta de amor ao proximo
 
genezio da silva em 27/12/2013 21:31:05
O silencio é algo que precisa ser respeitado, e as pessoas mais novas não respeitam ninguem, são um bando de desordeiros bagunceiros, mas brigar por causa de rojão, ambos estão errados, infelizmente a mulher pagou com a vida, graças a um erro de uma pessoa desequilibrada, talvez por que seu lar esteja assim, e realmente deve pagar pelo seu ato inconsequente, nada justifica uma agressão fisica. respeito acima de tudo.
 
adolfo cristaldo holsbach em 27/12/2013 10:09:03
se a Elza nao tivesse interferido e sim ligado para a policia tudo estaria bem e ela nao ia estar morta, porque briga nao resolve nada, eu acho tambem que o menino de 16 anos esta errado, porque eles deveriam parar com as bombinhas para que todos possam dormir e ela nao precisar descutir com os adolescentes e isso tudo virar uma terrivel briga entre os vizinhos. Entao brigar nunca vai resolver nada e nao tente resolver nada com violencia...!
 
maria clara em 27/12/2013 10:09:02
Por mais que essas bombinhas estivessem incomodando, ela poderia no máximo chamar a policia (até a parte da "conversa" ela estava certa). Nada justifica essa telha que jogou aí. daí pra frente é legítima defesa. A morte, uma fatalidade.
 
Ronaldo Castor em 27/12/2013 10:06:46
Concordo com o ponto de vista do João Dias e do Francisco Junior, esse menor terá que responder pelo ato praticado.
 
Acir Fernandes em 27/12/2013 09:53:22
se a Elza nao tivesse interfirido
 
maria clara em 27/12/2013 09:49:56
Encrenqueira, poderia ter resolvido ou tentado resolver na conversa, mas partiu para agressão, houve o revide e deu no que deu, as coisas acontecem em nossas vidas devido à nossa conduta, o jeito como enfrentamos as coisas é que ditam nosso destino.
 
jose mauricio em 27/12/2013 09:15:40
"Ensina a criança o caminho que deve andar e ainda quando for velho, não se desviará dele.” Provérbio 22:6 Se tivesse respeito pelos mais velhos jamais teria empurrado uma senhora que poderia ser sua mãe. Continue passando a mão na cabeça pai e depois não adianta reclamar da colheita.
 
Divina Mendonça em 27/12/2013 08:59:06
Com todo respeito ao pai, não existe essa de melhor momento.
Ele cometeu um erro grave e deve ser responsabilizado imediatamente.
16 anos já são suficientes para um jovem saber o que é certo ou errado.
Nada justifica a agressão dele contra uma mulher.
E ainda acabou em morte.
Se fosse ao contrário o pai estaria cobrando a prisão imediata da mulher.
 
Francisco Junior em 27/12/2013 08:58:13
se ela tivesse ficado em casa e incomodasse menos com coisas fúteis, estava bem. . . lamentável tragédia. . .
 
Elayne Fontes em 27/12/2013 08:30:04
Melhor momento para levar o filho, essa é boa! Se realmente estivesse sentido com a gravidade dos fatos levaria o menor imediatamente à polícia para depor. Na verdade está é escondendo ele porque acha que ele não fez nada!
 
João Dias em 26/12/2013 21:22:04
Num país sério esse pirralho que empurrou a mulher para a morte, não estaria assustado: ele estaria atrás das grades.
 
Adriano Roberto dos Santos em 26/12/2013 19:22:44
Deixa eu ver se entendi...O homicida é o motorista do carro, né? E o adolescente, seria cúmplice? co-autor? Afinal, o empurrão dele que contribuiu diretamente para o desfecho trágico...
 
SILVIO TÔRRES em 26/12/2013 18:22:03
esse é o resultado da intolerância de um e falta de respeito de outro.e coitadinho do meliante,gente,ele tá assustado !!!! coitada foi a senhora,que morreu...

 
damaris nascimento em 26/12/2013 18:04:13
Pais irresponsáveis! Que deixam essas crianças na rua.
Veem os filhos fazendo coisa errada e não faz nada para impedir.
 
Ana Maria em 26/12/2013 17:29:50
Tem que ir para cadeia!! Hoje em dia tem adolescente que não respeita mais ninguém, deve pagar pela morte desta sra!
 
Etiene mendonça em 26/12/2013 17:27:11
Homicidio Culposo?? o rapaz empurra a mulher na via em frente a um veículo e isso não é dolo? foi sem querer que ele empurrou? agora vão querer ir atrás do motorista que nem se quer deve ter visto o que aconteceu para culpa-lo!
 
Tiago Riquielme em 26/12/2013 17:23:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions