ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  23    CAMPO GRANDE 34º

Capital

"Especialista em furtos" é baleado e morre em confronto com a polícia

Por Priscilla Peres e Rafael Ribeiro | 24/12/2016 09:21

Acusado de mais de 20 furtos de carros e residências, Murilo Henrique Crisanto de Lima, 21 anos, foi morto pela polícia na madruga deste sábado (24), véspera de Natal. Desde quinta-feira (22), o Batalhão de Choque fazia rondas em busca dele nas proximidades do Jardim Noroeste, em Campo Grande.

De acordo com a polícia, na quinta-feira Cirilo, como era conhecido, furtou um veículo no Centro da Capital e conseguiu fugir de uma perseguição policial. Desde então, buscas eram feitas no bairro em que Murilo morava.

Na madrugada de hoje, ele foi encontrado e estava armado com um revólver calibre 38. Ele teria efetuado três disparos em contra a polícia, sendo que um dos disparos atingiu de raspão a coxa esquerda de um dos policiais.

Ele foi baleado no peito e morreu na hora. De acordo com a polícia ele tem mais de 20 passagens por furto de veículos ou carros, além de responder por porte ilegal de armas, por ter sido flagrado com uma pistola de 9 milímetros.

Histórico - Murilo era considerado especialista em furtos. São várias as passagens dele por esse crime, e inclusive coleciona prisões. Ele e seu irmão, Hugo Crisanto, são acusados de vários crimes desse teor. 

Em 2105, ele foi preso pela DERF (Delegacia de Furtos) e em seguida, acusado de comandar os furtos de dentro da cadeia. Mas seu histórico é de antes, já em 2013 ha registros de furtos feitos por ele.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário