A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

19/11/2015 08:47

Jovem encontrado morto tinha ferimentos na cabeça e pano amarrado no pescoço

Viviane Oliveira e Luana Rodrigues
Mãe do rapaz soube da notícia do filho morto e foi até o local. (Foto: Gerson Walber) Mãe do rapaz soube da notícia do filho morto e foi até o local. (Foto: Gerson Walber)
Jorge estava com a camiseta amarrada no pescoço, o que indica que a vítima foi estrangulada. (Foto: Gerson Walber) Jorge estava com a camiseta amarrada no pescoço, o que indica que a vítima foi estrangulada. (Foto: Gerson Walber)

Encontrado morto nesta manhã na linha do trem, Jorge Luiz de Souza Bento, 22 anos, tinha ferimentos na cabeça e um pano amarrado no pescoço. O corpo do rapaz foi encontrado próximo ao frigorifico JBS, na Vila Bordon, em Campo Grande.

Conforme boletim de ocorrência, antes do crime a vítima lutou com o autor. O rapaz estava com ferimento na cabeça e foi estrangulado com a própria camiseta, encontrada amarrada no pescoço. Próximo ao corpo, foi localizado um pedaço de madeira de cerca de 60 centímetros.

A mãe do rapaz, Minéia de Souza Bento, 42 anos, que trabalha no frigorifico, contou que o filho era usuário de drogas e sempre dizia que qualquer dia seria morto. “Por causa do envolvimento dele com a droga, não tenho suspeito de quem cometeu o crime”, diz.

Segundo ela, o rapaz cometia pequenos furtos para sustentar o vício. “Dói muito e fico com remorso, porque fazia tempo que ele usava drogas”, lamenta a mãe. Minéia acrescenta ainda que tentou interná-lo, mas não teve jeito.

Ela tem mais três filhos, um menino de 19 e duas meninas de 7 e 10 anos. Jorge foi visto ontem por uma prima por volta das 18h na Vila Popular. Ele tomava tereré em frente de uma casa e não parecia estar drogado, segundo relato da parente dele, Keini Bento, 19 anos. 

O jovem morava no Jardim Aeroporto. No bolso dele, foi encontrado um terço e um isqueiro. O caso foi registrado como morte a esclarecer na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Violência - Segundo dados da Sejusp (Secretaria do Estado de Justiça e Segurança Pública), de janeiro até agora, foram registrados 97 homicídios dolosos, quando há intenção de matar, somente em Campo Grande. Em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram 127 assassinatos, teve queda de 23%.

No entanto, neste mês já foram nove homicídios na Capital, o que representa aumento de 50% em relação ao mesmo período de novembro do ano passado, que teve seis mortes violentas. Durante todo o ano passado, foram 594 homicídios dolosos no Estado.

Homem foge de briga, se envolve em acidente e acaba agredido por moradores
Flávio Guimarães Fernandes, 39 anos, foi confundido com ladrão e agredido por moradores após se envolver em acidente. O caso aconteceu na madrugada d...
Sesau e SES recolhem quase 10 toneladas de lixo no Jardim Noroeste
A ação de recolhimento de lixo realizada em casas e terrenos baldios no Jardim Noroeste - bairro localizado na regiões leste de Campo Grande - somou ...
Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...
Mãe do rapaz soube da notícia do filho morto e foi até o local. (Foto: Gerson Walber) Mãe do rapaz soube da notícia do filho morto e foi até o local. (Foto: Gerson Walber)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions