A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

23/05/2012 13:38

Acadêmico flagra bandidos roubando o carro enquanto ele assistia aula

Luciana Brazil
Bandidos planejavam roubar o estepe do carro. (Foto:Simão Nogueira)Bandidos planejavam roubar o estepe do carro. (Foto:Simão Nogueira)

Ter o carro arrombado e presenciar o crime é azar de uma minoria. Ir para a universidade e saber que o veículo pode ser arrombado, ou até roubado, é um problema para muitos acadêmicos.

O estudante de direito, Vinicius Câmara, 19 anos, estava assistindo aula na manhã desta quarta-feira, por volta das 8h, quando viu, pela janela da sala de aula, o carro sendo furtado, quando estava parado em uma rua próxima do Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande - unidade 1

“Eu saí para beber água e quando voltei para sala, eu vi os dois bandidos dentro do meu carro”, contou. Os alunos começaram a gritar e os assaltantes fugiram em uma moto Yamaha, de cor vermelha.

Apesar dos bandidos terem levado objetos sem muito valor, como um pen-drive e uma chave, Vinícius e os estudantes estavam revoltados com a falta de segurança no local. A sorte do acadêmico foi o fato de que ele viu a ação dos criminosos, o que impediu que eles levassem o estepe do carro, que já estava na calçada.

O crime aconteceu na rua Centenário, na lateral da instituição, onde muitos estudantes costumam deixar o carro enquanto assistem às aulas. Os acadêmicos não têm muitas opções para estacionar o carro, já que o estacionamento particular, terceirizado pela instituição, custa R$ 3 por dia, valor considerado alto para quem ainda, muitas vezes, não tem um emprego.

Alunos estavam indignados com a falta de segurança. (Foto:Simão Nogueira)Alunos estavam indignados com a falta de segurança. (Foto:Simão Nogueira)

“O preço é um absurdo. Em outras lugares o estacionamento é R$ 1. Eles deveriam dar um desconto no estacionamento porque fica cheio de vaga vazia, nem todo mundo pode ou quer pagar esse valor. A gente corre um risco muito grande. Não é só roubo, mas também existe o perigo de sequestro. Estacionamos na rua”, frisou a estudante de direito Franciane Martins.

Nas redondezas, os arrombamentos de carro têm sido constantes, segundo os próprios moradores e comerciantes da região. “De manhã é super perigoso porque não tem nenhum tipo de segurança. À noite, os alunos ficam mais seguros porque tem um guarda, de um estacionamento particular, que fica nessa rua”, concluiu Franciane.

De acordo com Vinícius, um dos bandidos estava de jaqueta preta e outro com um moletom, de cor cinza. “Um deles estava de capacete cor de rosa e o outro de capacete preto”, contou Vinícius. Os alunos conseguiram anotar a placa da moto, que está no nome de uma mulher. Conforme informações policiais, até o período das 9 horas desta quarta-feira, não havia registro de que a moto tenha sido roubada. Duas multas estão constando no registro da motocicleta.

Nota da Unaes: Segundo a assessoria de imprensa da instituição, existem profissionais contratados para garantir a segurança dos estudantes, professores e colaboradores. Quanto ao estacionamento, a informação é que é terceirizado.

A assessoria também assegurou que a faculdade possui câmeras de vigilância distribuídas pelo campus. Sobre o policiamento nas proximidades da instituição, a faculdade informou que a responsabilidade é do poder público.



Muita sacanagem , aqui na região norte não tem isso, se meu amigo vinicius câmara tivesse aqui uma hora dessas tava era no frevo oO.
 
Flavio Barbosa em 26/05/2012 02:52:49
Acredito na busca continua por nossos direitos. Principalmente quando pagamos a faculdade em dia. O minimo que poderíamos cobrar é segurança ao redor da faculdade, não concordam? Ou um preço mais baixo no estacionamento...
Outra coisa: Holanda é Holanda, Brasil é Brasil. Cada um luta pelo que acredita e eu ficaria horrorizada se acreditasse no fim da busca pelo melhor que podemos ter. ;)
 
Maria Cecilia. em 24/05/2012 01:01:40
É cada comentário infeliz...
Não é porque os acadêmicos andam de carro ou possui boas condições financeiras que deve se conformar com o preço absurdo desses estacionamentos e é nosso direito nos preocuparmos com a segurança do nossos estudantes.
Tenho certeza que se algo mais sério como um sequestro ou qualquer outra barbaridade houve ocorrido, a repercussão e revolta, seria outra. HIPÓCRITAS!
 
Ayume Uehara em 23/05/2012 11:35:14
E uma falta de segurança essa faculdade, não basta o ensino ser péssimo, desorganização total, alguns cursos nem são reconhecidos e agora essa. Nao recomendo essa faculdade pra ninguém.
 
Maria Fernades em 23/05/2012 10:02:14
bom cara seguinte você nunca ouviu falar em FIES? tá muito desatualizado em parceiro vamos pensar mais um pouco no que você fala viu, e outra acadêmicos que tem carros podem muito bem trabalhar existem pessoas que só tem o carro e nada mais trabalha só pra pagar a parcela, mensal do carro então preste bem a atenção no que você está insinuando viu!!!
 
Gabriel silva em 23/05/2012 09:26:26
O valor até seria justo, por ex: pago mensal e na maioria das vezes ñ tem lugar para colocar, tenho q ficar dividindo vaga com alguém ou até mesmo deixar destravada para q ela possa ser removida a qualquer momento por ter deixado no meio do estacionamento por falta d vaga mesmo pagando mensal o que deveria ser uma garantia da vaga.
 
Denise Oliveira em 23/05/2012 08:03:03
Vendam o carro e vão à universidade à pé...quem não pode pagar por um estacionamento, não devia ter carro, aliás estranhamente se não têm emprego então como são pagos o combustível e os estudos?
 
FERNANDO ANDRIGHETTI em 23/05/2012 06:50:46
Povo mimado. Reclamam que estacionar custa R$ 3 por dia mas tem carro, né? So a depreciação de um popular já é mais do que isso.
Vou falar outra coisa: sou da Holanda, um dos paises mais ricos da UE (ex.: mesmo hoje só 5% de desemprego). La, estudante com carro é RARISSIMO (
 
Marcos da Silva em 23/05/2012 05:50:19
Sim mais se não tomarmos uma providência aos arredores da faculdade, essa criminalidade irá continuar, então temos que tomar uma direção e fazer com que nós cidadãos, tenhamos mais segurança onde andarmos, porque a falta de policiamento aos arredores de uma universidade,isso não deveria ser assim porque uma instituição tem que ter ao menos uma segurança por dentro e fora.
 
Vinícius Câmara em 23/05/2012 05:06:56
Até quando os responsaveis pela universidade, ficaram com esse jogo de que nada sei, nada vi??? sera que vai ter que acontecer algo mais grave como um sequestro para que, a nossa universidade tome uma atitude?? tá dificil heim.
Pessoal tá mais doque na hora de nós, estudantes fazermos um abaixo assinado para revindicar um valor mais justo no nosso estacionamento, antes que algo mais grave aconteça
 
Vanessa Lemes em 23/05/2012 03:49:47
Estudo la a noite e ja vi 2 carros com os vidros quebrados, isso é constante!!
 
Franciely Santos em 23/05/2012 03:43:01
Alguém me fale onde o estacionamento custa 1 real? Preço abusivo em todas universidades, principalmente na Uniderp onde o estacionamento é tercerizado e entram mais carros do que seria o ideal, tudo em favor do lucro.
 
Fernando Silva em 23/05/2012 03:33:11
É sempre assim... um poe a culpa no outro...
A universidade só pensa em lucrar...
 
Ademir Comin em 23/05/2012 03:05:47
A falta de vagas para estacionar da Unaes e arredores é antigo e conhecido. O campo-grandense precisa é começar a utilizar e cobrar transporte público de qualidade, pois creio que o fator “não ter lugar para parar o carro” será cada vez mais comum. Policiamento e transporte para população são de responsabilidade do poder público mesmo. Ainda vamos ver estacionamento por R$10, de maneira comum...
 
Renato Rios Fane em 23/05/2012 02:07:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions