A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

06/03/2015 09:07

Adiado júri popular de acusado de matar por dívida de R$ 0,15

Viviane Oliveira

O julgamento de Natividade Ojeda, que estava marcado para a manhã de hoje (6), foi adiado a pedido do assistente de acusação que acompanha o caso. De acordo com a assessoria do TJ (Tribunal de Justiça), o assistente solicitou o adiamento para arrolar mais testemunhas. No final da tarde de ontem o pedido foi acatado. Provavelmente, conforme a assessoria do órgão, o júri será remarcado para abril.

Natividade Ojeda é acusado de matar a tiros Ketson Diego da Silva Ronchi, de 17 anos, por motivo fútil. A briga começou por causa de uma dívida de quinze centavos, que resultou na morte do adolescente e de dois baleados. A troca de tiros foi na conveniência LV, localizada na rua Astúrio Luiz Braga, no Bairro Caiobá II, em Campo Grande.

Natividade foi denunciado pelo Ministério Público por homicídio qualificado por motivo fútil, com recurso que dificultou a defesa da vítima.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions